EVEREST RIDGE LEVA SOLUÇÕES DE PERFORMANCE DE REDES PARA O IBUSINESS 2019

A Everest Ridge, empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações, que já ajudou a desenvolver e melhorar a performance de mais de 150 provedores regionais de Internet (ISPs) desde 2010 no Brasil, vai participar do ibusiness 2019, evento da Rede Telesul que acontece dias 28 e 29 de março, em Foz do Iguaçu (PR). A empresa estará no stand 05 demonstrando mais de 12 soluções para aumentar a eficiência e segurança de redes dos ISPs e soluções completas de segurança para proteger as redes de seus clientes.

Uma pesquisa recente do NISC (Conselho de Segurança Internacional da Neustar) mostra que 75% dos profissionais de segurança nos EUA e EMA estão profundamente preocupados com o tráfego de bots robots e scrapers roubando informações da empresa. “No Brasil, a situação não é diferente. Se analisarmos a programação do I-Business 2019, veremos que um dos principais temas é a segurança da informação. O Brasil é o sexto país do mundo que mais sofre ataques tipo DDoS. Somos um povo extremamente conectado e, por isso, mais vulneráveis. Este tipo de ocorrência costuma gerar milhões em prejuízo”, afirma Eduardo Meirelles, diretor comercial da Everest Ridge.

O serviço de Banda Limpa Everest Rigde permite mitigar até 1,7 Tb de dados sob ataques DDoS de negação de serviços. Deste total, 20 Gbs podem ser mitigados aqui mesmo no Brasil, sem precisar ir para a nuvem de outros países, o que evita latência (lentidão) para os clientes de redes durante os períodos de ataque. “Atualmente, 60% desse tipo de ataque parte da China. Com nossa solução, os dados são barrados diretamente na origem e não chegam ao Brasil. Aqui, os números não ultrapassam 10 a 15 GBs em ataques DDoS, por este motivo, os 20 GBs oferecidos pelo nosso Cleaning Center é mais do que suficiente para garantir um serviço eficiente de Banda Limpa”, explica Meirelles.

A Everest também tem mais de 12 soluções para aumentar a eficiência das redes de ISPs, tais como o mapeamento de rede e reengenharia de tráfego. Com as soluções, é possível fazer o redesenho de topologia de redes para melhorar conexões, integrações e refazer acordos com parceiros estratégicos, que resultam em redução de custos diretos e aumento de performance. ”A escolha dos fornecedores de trânsito nacionais e internacionais é determinante para reduzir custos e manter a qualidade dos serviços”, enfatiza o executivo.

SERVIÇO 

ibusiness 2019
http://site.redetelesul.com.br/ibusiness
Data: 28 e 29 de março de 2019
Golden Park Internacional Foz
Foz do Iguaçu – PR
Everest Ridge: Estande 05

Sobre a Everest Ridge
A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks.

Mais Informações para a Imprensa
Hub Content
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br – 11 9 9872-3676
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br – 11 9 8785-3926

Anúncios

TRIX ENGENHARIA E EVEREST RIDGE CONTAM COMO NASCEU A CELÉRIX, UM BACKBONE DE ALTA CAPACIDADE PARA ISPs DO MERCADO

O mercado de Internet Service Providers (ISPs), está em plena expansão. Dos quase 30 milhões de domicílios com banda larga fixa, 6 milhões já são atendidos por fibra óptica, dos quais 50% são atendidos por provedores regionais. O crescimento dos ISPs Regionais é proporcional à necessidade de aumento de banda que as pessoas passaram a ter, já que hoje temos Netflix e Smart TVs e há uma necessidade crescente de melhor conexão. Segundo pesquisa da ANATEL, existem 10.416 empresas com licença SCM avançando suas operações a lugares mais remotos do país. O Brasil, por sua população, é o primeiro país da América do Sul e o quinto maior do mundo em consumidores de Internet.

Diante de um mercado tão próspero, a Trix Engenharia, que está no mercado há mais de 40 anos construindo obras nas áreas de saneamento básico, gás e telecom, percebeu que havia uma grande oportunidade no país, onde havia somente redes antigas e obsoletas, com experiências ruins de usuários de internet. Em 2014, a empresa decidiu aproveitar sua expertise em telecom e investir em um backbone para ajudar a solucionar este cenário. No entanto, surgiram dúvidas sobre como implantar uma rede de alta capacidade, que exige conhecimentos bastante específicos. Por meio de uma indicação, a Trix Engenharia chegou à consultoria da Everest Ridge, especializada em criar arquitetura de redes com alta disponibilidade, segurança de dados e tecnologia de última geração.

Para o grande desafio de montar a Celérix Telecomunicações (www.celerix.com.br), a Trix Engenharia contou desde o início, ainda em fase pré-operacional, com a consultoria da Everest Ridge. A Celérix oferece rotas em fibra óptica de alta capacidade para o chamado “whole sales”, ou seja, grandes consumidores, corporativos e ISPs (provedores de acesso à Internet) que estão localizados nas regiões Centro-Oeste, Minas Gerais, cidade de São Paulo e DF. Os clientes podem usar o novo backbones ópticos de alta capacidade em redes metropolitanas com qualidade de construção, manutenção e operação.

O Diretor Comercial da Celérix, Maurício Almeida, conta que a operação em tem sido um grande sucesso. “Em apenas sete meses de operação, já conquistamos mais de 20 clientes de grande porte e estamos seguindo com propriedade nosso plano de negócios, de crescer com qualidade e responsabilidade. Os sócios estão muito satisfeitos com os resultados até aqui, inclusive investindo para expansão da rede: a Celérix tem cinco novas rotas já projetadas e 1.500 Km de rotas subterrâneas a serem implantadas até 2020. Tem muita coisa boa vindo por aí”, declara.

Para ele, a Everest Ridge foi essencial no processo de oportunidade de negócios de IP. “Nossa estrutura foi desenhada para ser extremamente enxuta e, por este motivo, não podia errar ao entrar nesse novo mercado. Precisávamos de profissionais competentes e comprometidos com o projeto e forma de atuação, que é estar mais próxima dos clientes, proporcionando um pós-venda eficaz e muito mais rápido que o dos concorrentes. A Everest Ridge trouxe toda a sua expertise para nosso time, tornando-se responsável pela operação da rede e entendeu com perfeição a visão de negócios da empresa”, explica Maurício Almeida, Diretor Comercial da Celérix.

O principal produto da Celérix é o fornecimento de backbones DWDM de alta capacidade e qualidade de transmissão, atendendo em suas rotas grandes consumidores e ISP’s. “Fizemos desde o projeto e o desenho da topologia da rede, e indicamos as especificações de equipamentos que a Celérix precisava. A operação completa da rede também seguiu o projeto desenvolvido pela Everest Ridge e contempla desde de hosts de sistemas OSS, Engenharia de Tráfego, operação da rede nível 1, 2 e 3, suportando a operação 24X7, o que chamamos também de NOC”, comenta Eduardo Meirelles, Diretor Comercial da Everest Ridge.

A Celérix tem como diferencial os melhores e mais modernos e equipamentos do mercado, superando as redes antigas e obsoletas existentes na região, e conta com o acesso mais curto entre Brasília e São Paulo Capital, o que na prática significa uma rede de IP de alta velocidade para os clientes.

Sobre a Everest Ridge

A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks.
http://everestridge.com.br/

Sobre a Trix Engenharia
Fundada em 1977, a Trix Engenharia atua em todo o território nacional, executando projetos e obras de infraestrutura nas áreas de saneamento básico, drenagem urbana, telecomunicações, transporte de gás natural e pequenas centrais hidrelétricas. Paralelamente aos serviços de engenharia, expandiu suas atividades e passou a atuar também na área de geração de energia, buscando projetos e concessões para a exploração de pequenas centrais hidrelétricas. http://trixengenharia.net.br/

Sobre a Celérix Telecomunicações
A Celérix Telecomunicações foi criada em 2014 com o objetivo de prover as regiões sudeste e centro-oeste com novos backbones ópticos de alta capacidade e redes metropolitanas com qualidade de construção, manutenção e operação. Fornece backbones DWDM de alta capacidade e qualidade de transmissão, atendendo em suas rotas grandes consumidores e ISP’s. Possui 1.100 Km de backbones implantados, 43 municípios alcançados e presença em três estados brasileiros e mais Distrito Federal, podendo oferecer soluções de conexão em todo o território nacional.
http://celerix.com.br/pt/

Mais Informações para a Imprensa
Hub Content – Assessoria de Imprensa Everest Ridge
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br – 11 9 9872-3676
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br – 11 9 8785-3926

Full IP da Eletronet é classificado entre os 100 melhores do mundo em conectividade com apenas 3 meses de operação

Em março de 2018, a Eletronet, fornecedora de serviços de trânsito IP e circuitos de alta velocidade em longa distância por rede de fibra óptica, com mais de 16 mil km, anunciou a entrada no mercado como NSP (Network Service Provider), com o serviço de Trânsito IP para ISP (Internet Service Provider). Apenas três meses depois, a empresa comemora a classificação pelo site Radar by Qrator entre as 100 melhores do mundo no ranking de conectividade (https://radar.qrator.net/as-rating#connectivity/1/eletronet). Em relação aos provedores de serviços de Internet do Brasil, a Eletronet já está entre as cinco melhores empresas, pelo mesmo ranking.

Questionados sobre como a Eletronet conseguiu chegar tão rápido a este resultado, os executivos explicaram que foi uma combinação de foco em alta qualidade de serviços com a escolha estratégica de um parceiro especialista em tecnologia IP, a Everest Ridge. “Tínhamos duas opções, fazer tudo do zero ou contratar uma consultoria especializada em desenvolvimento de serviços IP. A Everest Ridge foi essencial em todo o projeto. Do planejamento, à engenharia, equipamentos, concepção do produto, engenharia de tráfego e até o suporte pós-lançamento, a consultoria realmente agregou sua expertise neste novo produto. A empresa treinou nosso time, escolheu os melhores equipamentos, definiu junto ao board as políticas de peering e traçou as rotas para reduzir custos operacionais”, afirma Anderson Jacopetti, diretor de engenharia e operações da Eletronet.

Um dos pontos chave do sucesso da Eletronet no ranking do Radar by Qrator foi a estratégia de conexão com provedores Tier1, acesso aos conteúdos mais relevantes e conexão com os principais IXs (Internet Exchanges) nacionais e internacionais. “Esta estratégia que a consultoria nos propôs foi determinante para sermos considerados uma das cinco melhores em conectividade em apenas três meses. Nossos clientes conseguem acessar todos os conteúdos, incluindo vídeos, games, e-commerce e muito mais, de forma muito mais rápida e direta”, explica Cassio Lehmann, diretor de comercial da Eletronet. O executivo conta que o produto Full IP é um marco de grandes mudanças no futuro da empresa. “Este é o primeiro de uma série de serviços adicionais que serão lançados em nosso portfólio num futuro próximo”, enfatiza.

A estratégia desenvolvida em conjunto com a Everest Ridge foi baseada em 3 pilares: 1) escolha dos fornecedores de trânsito IP nacionais e internacionais, determinante para reduzir custos e manter a qualidade dos serviços; 2) conectividade e políticas de peering; 3) alto nível de qualidade no atendimento ao cliente.

“Na escolha de provedores e na arquitetura da rede foi onde realmente contribuímos para reduzir custos do projeto e agregar valor ao Full IP. Analisamos o posicionamento geográfico da rede da Eletronet, propondo conectividade com os principais IXs, onde seria conectado de forma a proporcionar a melhor experiência ao cliente final. Também estudamos quais equipamentos seriam mais adequados ao projeto e, ainda, negociamos conexões para o cliente, a chamada política de peering, que incluiu conexão direta com os principais provedores de conteúdo para IP (empresas como Google, Facebook e Netflix), conta Eduardo Meirelles, diretor comercial da Everest Ridge.

O Full IP da Eletronet está disponível em 18 estados, com disponibilidade de tráfego em 155 pontos de presença (POPs). A Eletronet utiliza o backbone OPGW de 16 mil km próprio, conectado aos principais pontos de troca de tráfego (PTTs) do país, entre eles os de São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Campinas, Brasília e Salvador; além de conexões diretas com Londres, Frankfurt e Amsterdam na Europa, e Nova York e Miami nos Estados Unidos.

Sobre a Eletronet

A Eletronet possui uma rede nacional de fibra óptica baseada em OPGW com mais de 16 mil km, 155 POPs em 18 estados do Brasil, integrados às redes de transmissão de energia elétrica. Através desta estrutura de alta capacidade e disponibilidade, são prestados serviços de telecomunicações com altos níveis de qualidade para operadoras de telecomunicações e provedores de serviços de Internet (ISP). www.eletronet.com

Sobre a Everest Ridge

A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks. http://everestridge.com.br/

Everest Ridge lança Cleaning Center para mitigação de ataques DDoS

 

  • Serviço de Banda Limpa é voltado a negócios críticos, tais como bancos, bolsas de valores e corretoras de valores, seguradoras, provedores de internet e empresas de jogos
  • Brasil é o sexto país do mundo mais atacado por hackers (Fonte: NSFOCUS)

A Everest Ridge, empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes, acaba de criar um novo Cleaning Center – centro de limpeza – de banda larga no Brasil. A Banda Limpa da Everest Ridge permite mitigar até 1,7 Tb de dados sob ataques DDoS de negação de serviços. Deste total, 20 Gbs podem ser mitigados aqui mesmo no Brasil, sem precisar ir para a nuvem de outros países, o que evita latência (lentidão) para os clientes de redes durante os períodos desse tipo de ataque.

Voltada principalmente a negócios críticos, tais como bancos, bolsas de valores e corretoras de valores, seguradoras, provedores de internet e empresas de jogos, a solução de Banda Limpa da Everest Ridge protege clientes contra o ataque DDoS. “Qualquer pessoa que tenha uma rede própria e que ofereça serviços de internet deveria ter um serviço Anti DDoS em sua gestão. O Brasil é o sexto país do mundo que mais sofre ataques tipo DDoS. Somos um povo extremamente conectado e, por isso, somos mais vulneráveis. As empresas precisam começar a se proteger deste tipo de ocorrência, que costuma gerar milhões em prejuízo”, afirma Eduardo Meirelles, diretor comercial da Everest Ridge.

“Atualmente, 60% dos ataques de hackers DDoS partem da China. Com a solução da Everest Ridge, os dados são barrados diretamente na origem e não chegam ao Brasil. Aqui, os números não ultrapassam 10 a 15 GBs em ataques DDoS, por este motivo, os 20 GBs oferecidos pelo nosso Cleaning Center é mais do que suficiente para garantir um serviço eficiente de Banda Limpa no país”, explica Meirelles.

O que é um ataque DDoS?

O ataque DDoS acontece a partir da ação de hackers que infectam inúmeros computadores e estes, por sua vez, agem como zumbis obedecendo ordens. Por meio de um comando, os computadores infectados são ativados para realizar uma determinada ação, todos ao mesmo tempo. Isso faz com que os servidores atacados fiquem lentos ou saiam do ar por sobrecarga.

Sobre a Everest Ridge

A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks.

Mais Informações para a Imprensa: 

Hub Content
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br