Virada Zen terá meditação conduzida por Preethaji, da O&O Academy

De 5 a 11 de novembro, o programa de meditação “As 7 Dimensões de Poder na Consciência”, conduzido por PreethaJi, co-fundadora da O&O Academy – escola indiana de filosofia e meditação –, fará parte da programação da Virada Zen, evento gratuito realizado na capital paulista para promover a conexão de pessoas e a promoção do bem-estar.

O programa ensina técnicas milenares de meditação e oferece conhecimentos avançados para a autoconsciência, com base na neurociência e neurobiologia, reduzindo a ansiedade e o estresse oriundos do dia a dia. Será transmitido por meio de vídeos produzidos especialmente para o evento, em 93 pontos em todo Brasil, como Casa NaUnidade e Escola Humaniversidade, ambos em São Paulo, em dois pontos no Uruguai e um nos EUA. Após a transmissão, haverá uma roda de doação de Deeksha (Benção da Unidade), conduzida por facilitadores.

“Serão sete dias de celebração dos diferentes aspectos da vida sob uma perspectiva espiritual. O conceito será a integração dos seis chakras, com seis temas para uma vida completa. O último dia será uma transmissão pura de meditação para a o sétimo chakra, atingindo a experiência da consciência plena”, detalha PreethaJi.

O programa foi criado em parceria com Mariana Amaral, coordenadora da Virada Zen de São Paulo, com o objetivo de contribuir para uma transformação pessoal. É um método simples e prático para alcançar a atenção plena, que pode ser praticado por qualquer pessoa e consiste em meditação através de exercícios respiratórios.

A semana culmina com um evento no Parque do Ibirapuera no domingo (11/11), às 12h15, com a transmissão do sétimo vídeo, diretamente do palco da Virada Zen.

Sobre a Virada Zen 2018
Nesta segunda edição, o maior movimento do país voltado a atividades de bem-estar e autoconhecimento propõe democratizar o acesso e gerar uma cultura de paz. Durante uma semana, a capital paulista deixa de lado o caos urbano e promove 750 atividades gratuitas voltadas ao bem-estar físico, mental e espiritual da população. A programação completa pode ser acessada em www.virazen.com.br.

Serviço
As 7 Dimensões de Poder na Consciência – Meditação com Preethaji na Virada Zen
Data: 05 a 11 de novembro
Programação:
Dia 1 (5/11): Celebração de Si Mesmo
Dia 2 (6/11): Celebração dos Relacionamentos
Dia 3 (7/11): Celebração da Vitalidade e da Saúde
Dia 4 (8/11): Celebração da Consciência Universal
Dia 5 (9/11): Celebração do Trabalho
Dia 6 (10/11): Celebração da Natureza
Dia 7 (11/11): Celebração da Consciência

Mais informações:
 www.viradazen.com.br

Assessoria de Imprensa:
Helena Castello Branco
(11) 9-9872-3676
helena@hubcontent.com.br

Solução anti-DDoS eleva nível de segurança da informação do Tribunal de Justiça de Alagoas

  • Os ataques de negação de serviço (DOS ou DDoS) são ameaças comuns a redes servidores de órgãos públicos, instituições financeiras e empresas de games
  • Produto da NSFocus implementado pela Everest Ridge mitiga ação de hackers em até 20 segundos, menor tempo do mercado

Em 2017, o Brasil foi alvo de mais de 700 ataques de negação de serviço por dia. Também conhecidos como ataques DDoS (Distributed Denial of Service, em inglês) ou DoS (Denial of Service), essa ação de hackers utiliza indevidamente milhões de computadores comuns simultaneamente (DDoS) ou apenas um único ponto (DoS) para provocar o colapso de servidores de empresas e órgãos públicos, impedindo o acesso de usuários finais aos seus serviços pela internet. Por ser um ataque massivo proveniente de computadores legítimos, ele não consegue ser facilmente detectado por um firewall.

“Os ataques DDoS e DoS de hackers partem principalmente da China, mas é também expressivo no mercado brasileiro. Já somos o sexto País no mundo mais atingido por esse problema, e o cenário vem se agravando desde 2016, na mesma proporção que a transformação digital acelera”, declara Eduardo Meirelles, diretor comercial da Everest Ridge, empresa especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações e integradora da solução anti-DDoS.

Visando garantir a segurança da informação do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), a Aloo Telecom, com forte atuação no setor público, selecionou a consultoria Everest Ridge para uma avaliação de como garantir a segurança de dados. “Em virtude do aumento de ataques de hackers, os editais de licitação passaram a exigir medidas de proteção altamente confiáveis e com tecnologia de ponta. A solução da NSFocus implementada pela Everest Ridge nos garantiu altíssima conectividade somada a uma rede absolutamente segura para o nosso cliente”, afirma Jouassyr Cavalcanti, Gerente de Pré-Vendas da Aloo Telecom.

A solução implementada no TJ alagoano abrange monitoramento e análise de tráfego de dados, emissão de alertas e mitigação de ataques de até 10Gb. Vale ressaltar que a imensa maioria das ações de hackers não ultrapassa 5Gb. Mesmo assim, caso o ataque exceda o volume de dados contratado, ele é instantaneamente direcionado para um serviço de nuvem que mitiga até 1,7Tb.

“A solução anti-DDoS da NSFocus conta ainda com outros diferenciais importantes. A proteção aos servidores acontece em até 20 segundos, o menor tempo do mercado de mitigação de dados. Também adotamos um algoritmo que possibilita o menor índice de falso positivo de ataques, evitando transtornos desnecessários. Além disso, praticamos preços competitivos”, destaca Andre Tristão e Mello, Vice-Presidente da NSFocus na América Latina e Caribe.

“Hoje, a percepção de segurança da informação do TJ é elevada, já que a solução utilizada proporciona alta previsibilidade à rotina dos servidores e elimina vulnerabilidades de seu portal. Em função dos excelentes resultados obtidos neste cliente, já temos outros clientes interessados no serviço”, comenta Cavalcanti.

Sobre a Everest Ridge
A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede até a otimização da rede de grandes empresas, tendo como maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e realizar manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks. http://everestridge.com.br/

Sobre a NSFocus
Com sede na China e operação em diversos países, a NSFocus é especializada em Internet e segurança da informação, com mais de 18 anos de experiência no segmento de Service Provider. A solução anti-DDoS é o seu principal produto e referência no mercado global. No Brasil, a empresa atua em parceria com a Everest Ridge. https://nsfocusglobal.com/

 

Sobre a Aloo Telecom
Fundada em 2003, a Aloo Telecom é uma empresa telecomunicações sediada em Maceió (AL) e com sólida atuação no Nordeste. Reconhecida como a melhor solução de infraestrutura de redes de dados convergentes na região, conta com mais de 3 mil clientes corporativos nos setores público e privado. http://www.aloo.com.br

Assessoria de Imprensa – Everest Ridge
Hub Content
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br – 11 9 9872-3676
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br – 11 9 8785-3926

 

 

L5 NETWORKS INVESTE R$ 2 MILHÕES E LANÇA SERVIÇO DE LINK DEDICADO DE DADOS

Everest Ridge desenvolveu e implementou projeto em apenas seis meses e com soluções e equipamentos de última geração

A L5 Networks, operadora de telefonia que oferece soluções de IP, PABX em nuvem, CRM, terceirização de TI e Private Cloud, está ampliando seu portfolio de serviços e acaba de investir R$ 2 milhões no desenvolvimento de novo serviço de link dedicado. O projeto foi desenvolvido e implementado em apenas seis meses pela consultoria especialista em redes de Telecom Everest Ridge. O principal objetivo da iniciativa é proporcionar um melhor atendimento aos clientes de serviços em nuvem.

“Temos clientes corporativos com altíssimo volume de transações online e, neste caso, a qualidade do serviço é totalmente dependente dos serviços de internet que estes possuem. Como o link de dados não era nosso, acabávamos ficando dependente de parceiros. Resolvemos tornar isso como uma oportunidade de novos negócios e uma solução para melhorar a eficiência da qualidade do nível de serviço para nossos clientes”, explica Paulo Chabbouh, CEO da L5 Networks. “Este novo serviço será inicialmente oferecido para o público corporativo do Estado de São Paulo, para posteriormente ser ampliado a outros Estados”, complementa o executivo.

A parte da Everest Ridge tinha o desafio de levar tecnologia de ponta ao produto e melhorar a qualidade de serviços. “Fizemos todo o planejamento da infraestrutura, instalação física e lógica, a transferência de conhecimento e selecionamos equipamentos de ponta de tal forma que o resultado é um alto nível de serviços. Para a L5 Networks esse fator é fundamental, principalmente, nos serviços de voz sobre IP, que são um dos principais produtos da empresa. O cliente conta com infraestrutura em data center com roteadores e operadoras redundantes para proporcionar alta disponibilidade sempre. A operação fica independente da rede externa e com uma performance muito melhor, quase sem latência”, afirma Eduardo Meirelles.

Chabbouh, da L5, conta ainda que a participação da Everest Ridge foi fundamental para agilizar o tempo de implementação e oferta do novo serviço. “Tínhamos duas opções, montar o serviço do zero ou contar com os especialistas, que já têm toda a experiência e mapeamento das soluções e opções do mercado. O resultado foi muito positivo, implantamos toda a operação muito rapidamente. Agora podemos oferecer aos nossos clientes nível altíssimo de disponibilidade de rede, temos os equipamentos de última geração e, ainda, provemos suporte 24×7 em todos os serviços oferecidos sempre que necessário. Estamos preparados para atender empresas de diversos tamanhos, de 10 a 10.000 ramais, com uma performance muito melhor de nossos produtos”, afirma Chabbouh.

A L5 Networks possui cerca de 400 clientes corporativos distribuídos no Brasil e na América Latina, e atende diversas indústrias, com destaque para grandes universidades, escritórios de advocacia e indústrias alimentícias. A expectativa da empresa é fechar 2018 com faturamento na ordem de R$ 18 milhões.

Sobre a L5 Networks
A L5 Networks é uma empresa brasileira que investe no desenvolvimento de tecnologia. Em atividade desde 2005, entrega ao mercado soluções inovadoras que aliam alta tecnologia a redução de custos, como soluções em telefonia IP, PABX em nuvem, CRM, terceirização de TI e Private Cloud, dando suporte a empresas de qualquer porte e segmento. Já trabalhou para marcas como Dr. Consulta, Vagas.com, Cerveja Proibida e G4S.www.l5.com.br

Sobre a Everest Ridge
A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks. http://everestridge.com.br/

Assessoria de Imprensa Everest Ridge:

Hub Content
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br – 11 9 9872-3676
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br – 11 9 8785-3926

Lançada a WatchTV, nova plataforma de vídeo sob demanda, com tecnologia nos padrões dos estúdios de Hollywood

Startup investiu US$ 2,5 milhões e utiliza Akamai e Kaltura como parceiros tecnológicos
· WatchTV também é marketplace agregador de conteúdos e inicia com os aplicativos Noggin (da Viacom) e ESPN Watch.

Acaba de ser lançada no mercado brasileiro a WatchTV, plataforma de vídeo sob demanda (VOD), que funciona como agregador de conteúdo e proporciona aos provedores de internet (ISPs) soluções em SVOD (Subscribed Video on Demand) e TVOD (Transational Video on Demand). A solução oferece catálogos de vídeos dos maiores e melhores estúdios de Hollywood e trabalha com tecnologia de ponta (Kaltura e Akamai) e análise de dados (Big Data e Business Analytics) para prover conteúdo relevante aos assinantes.

A WatchTV fornece aos ISPs conteúdos em séries e filmes por catálogo (SVOD) e lançamentos de filmes em locação de 48h (TVOD) para que os provedores de internet ofereçam o serviço aos seus clientes. Além disso, a WatchTV é também um marketplace e agrega conteúdo de outros aplicativos (inicia com Noggin e ESPN Watch). A iniciativa é de dois empreendedores brasileiros, Aryldo Zocante Cardoso, um conferencista da área tributária, e de Maurício de Almeida, ex-sócio do ISP Nova Telecom. A startup nasceu para viabilizar o ‘triple play’ (dados + voz + multimídia) aos ISPs.

Almeida conta que quando era sócio do provedor de dados sempre quis oferecer aos assinantes VOD, mas era um negócio inviável financeiramente. “Foi com este objetivo que nasceu a WatchTV. No mês de julho, recebemos um aporte significativo da Olive Tree Participações, um fundo de investimentos em Telecom, que usamos para compra de conteúdo. No total, foram investidos até o momento US$ 2,5 milhões para criar uma nova plataforma com a melhor tecnologia possível e conteúdo relevante de VOD. Ainda estamos no início com relação à disponibilidade de conteúdo, mas nosso objetivo é ter todos os principais estúdios de conteúdo premium em nossa plataforma”, afirma Maurício Almeida.

Atualmente, com cerca de 40 mil assinantes e 12 ISPs como clientes, a expectativa da WatchTV é de encerrar seu primeiro ano de atuação com 100 mil assinantes ativos. “Nosso objetivo é trabalharmos com todos os ISPs do Brasil, um total de 9 mil (dados Anatel), que juntos possuem mais de 24 milhões de assinantes. Já disponibilizamos assinaturas por meio dos ISPs clientes em algumas praças, mas até o final do ano, queremos estar em todas as regiões indistintamente e em mais de um ISP por região”, conta o sócio-fundador da WatchTV. Os títulos oferecidos no lançamento são da Sony Pictures, Paramount, BBC, Noggin (Nick Jr.) e ESPN. São mais de 500 episódios de séries, 750 filmes, 200 títulos de estúdios independentes, 1.000 títulos infantis, 150 lançamentos para locação e atualização de 50 novos títulos por mês.

Um importante diferencial da WatchTV são as parcerias com os maiores estúdios de produção de conteúdo do mundo, o que na visão dos executivos torna a empresa melhor a longo prazo. “Empresas como Netflix buscam trabalhar com produção própria, mas esse custo é altíssimo, o que a longo prazo tende a inviabilizar o negócio. Em nosso modelo, somos independentes e trabalharemos com todos os melhores estúdios. Acreditamos que, no futuro, os usuários terão tudo concentrado em um hub único, um agregador de conteúdo, como a nossa plataforma”, continua o empresário.

Benefícios para ISPs: infraestrutura a custo zero e menor tributação

Toda a infraestrutura da WatchTV é fornecida a custo zero aos ISPs. A integração com o sistema de ERP do ISP facilita a venda e a gestão do cliente. E como a plataforma enquadra-se na legislação como Serviço de Valor Adicionado (SVA), não há incidência de ICMS, somente PIS/COFINS (e ISS para alguns municípios). “Isso significa que, na composição do COMBO de Internet + Vídeo, por exemplo, a carga tributária diminui sensivelmente”, afirma Almeida. Além disso, é possível agregar valor aos ISPs, pois eles poderão associar suas marcas com uma série de imagens de filmes e peças publicitárias que a WatchTV produz e distribui aos provedores, e permite trabalhar com a retenção de carteira ao oferecer um produto a mais aos clientes assinantes dos serviços.

O executivo conta ainda que houve a preocupação de proporcionar ao usuário final uma excelente experiência. Por isso, o conteúdo fica hospedado no Content Delivery Network (CDN) da Akamai, um servidor que vários provedores já possuem em sua infraestrutura, o que faz com que a performance dentro da rede do ISP seja excelente.

“Conversamos também com todos os estúdios sobre o que eles gostariam de ter em termos de tecnologia. E por isso, desde o CDN, onde estão armazenados os filmes, até o DRM, que cuida da segurança contra pirataria, usamos exatamente a mesma tecnologia e infraestrutura de software que a Viacom usa em suas soluções mundiais. Nosso fornecedor de tecnologia é a Kaltura, empresa israelense com sede em Nova Iorque e ações na Nasdaq”, declara Almeida.

WatchTV prepara novidades para a versão 2.0 em 2019

E, em termos de inovação, a WatchTV não para por aqui. A proposta é que a versão 2.0 opere como um marketplace agregador de diferentes aplicativos. O ESPN Watch e com a Viacom, que tem o aplicativo Noggin, com conteúdo da Nick Jr já disponibilizado dentro da plataforma. “Estimamos que no mundo existam cerca de 1000 aplicativos de conteúdo e sabemos que todos os dias nasce um novo. Porém, com a qualidade premium que buscamos estamos falando de cerca de 10 aplicativos. Nossa meta é disponibilizá-los no primeiro trimestre de 2019”, declara Almeida.

A startup também está desenvolvendo o seu próprio aplicativo para conexão com Smart TVs. A tecnologia será disponibilizada a partir de 2019, para as marcas Sony, LG e Samsung inicialmente.

Sobre a WatchTV

Sediada em Curitiba (PR), a empresa brasileira WatchTV é uma plataforma de vídeo sob demanda (VOD), que funciona como agregador de conteúdo. Proporciona aos provedores de internet (ISPs) a possibilidade de trabalhar com multimídia e entregar aos assinantes séries e filmes por catálogo (Subscribed Video on Demand – SVOD) e lançamentos para locação de 48h (Transational Video on Demand – TVOD). A versão 2.0 será um marketplace e consolidará a posição de agregador de conteúdo de diferentes aplicativos. Atualmente a WatchTV oferece conteúdo da Sony Pictures, Paramount, BBC, Nick Jr, Noggin e ESPN. https://watch.tv.br/

Informações para a Imprensa

Hub Content
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br – 11 9 9872-3676
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br – 11 9 8785-3926

Aldeia Multiétnica promove vivência com o povo Xavante

Com a proposta de transmitir ao público conhecimentos sobre a cultura A’uwe, em meio à biodiversidade do Cerrado nativo – bioma no qual estão inseridas as aldeias dessa etnia e a Chapada dos Veadeiros – a Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge e o Centro de Estudos Universais realizam em outubro, na Aldeia Multiétnica (GO), vivência ‘Sementes e Sonhos na Visão Xavante’, com um grupo da Aldeia Ripá (MT).

A etnia participou em julho de 2018, da XII Aldeia Multiétnica – projeto que reúne povos do Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga e Amazônia, e de outros países, para apresentarem suas culturas de diversas maneiras -, e construíram sua casa tradicional no local. Em outubro, o público terá a oportunidade de conhecer e aprofundar seus conhecimentos sobre os modos de ser, fazer e pensar dos Xavante. Entre as atividades, estão cantos tradicionais e devocionais, pinturas corporais, corridas com toras de buriti, caminhadas em busca de plantas medicinais, contação de histórias antigas ao redor da fogueira, troca de sementes nativas e discussões sobre o sonhar consciente na tradição A’uwe.

Para os Xavante, “a vida é feita da mesma matéria dos sonhos”, portanto a estrutura social e as decisões tomadas nas aldeias são fundamentadas nos mesmos. Por meio do sonho, os indígenas desta etnia recebem orientações e mensagens sobre como devem agir e quais decisões tomar. Na vivência, os participantes terão a oportunidade de aprender e trocar experiências sobre a linguagem do sonhar, e também sobre outras particularidades culturais e espirituais desse povo.

“A Aldeia Multiétnica é um espaço de valorização dos povos indígenas que proporciona a união de diversas etnias para a defesa de suas culturas, tradições individuais e lutas em comum, além de aproximá-los da população não-indígena em uma vivência transformadora”, explica Juliano Basso, presidente da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge. Nascida no distrito de São Jorge (Alto Paraíso de Goiás, GO), a ONG proporciona encontros ao longo do ano, que valorizam a sociobiodiversidade, possibilitando a troca de saberes e fazeres.
Para participar da vivência, é preciso adquirir um pacote que inclui alimentação completa e hospedagem na aldeia, e toda a programação do evento. (clique aqui)
Serviço
O quê: Sementes e Sonhos na Visão Xavante – Vivência com o povo A’uwe
Quando: 11 a 16 de outubro de 2018
Onde: Aldeia Multiétnica – Alto Paraíso de Goiás (GO)
Pacote Camping: R$ 1.250,00 – Pacote Hospedaria: R$ 1.550,00

TRIX ENGENHARIA E EVEREST RIDGE CONTAM COMO NASCEU A CELÉRIX, UM BACKBONE DE ALTA CAPACIDADE PARA ISPs DO MERCADO

O mercado de Internet Service Providers (ISPs), está em plena expansão. Dos quase 30 milhões de domicílios com banda larga fixa, 6 milhões já são atendidos por fibra óptica, dos quais 50% são atendidos por provedores regionais. O crescimento dos ISPs Regionais é proporcional à necessidade de aumento de banda que as pessoas passaram a ter, já que hoje temos Netflix e Smart TVs e há uma necessidade crescente de melhor conexão. Segundo pesquisa da ANATEL, existem 10.416 empresas com licença SCM avançando suas operações a lugares mais remotos do país. O Brasil, por sua população, é o primeiro país da América do Sul e o quinto maior do mundo em consumidores de Internet.

Diante de um mercado tão próspero, a Trix Engenharia, que está no mercado há mais de 40 anos construindo obras nas áreas de saneamento básico, gás e telecom, percebeu que havia uma grande oportunidade no país, onde havia somente redes antigas e obsoletas, com experiências ruins de usuários de internet. Em 2014, a empresa decidiu aproveitar sua expertise em telecom e investir em um backbone para ajudar a solucionar este cenário. No entanto, surgiram dúvidas sobre como implantar uma rede de alta capacidade, que exige conhecimentos bastante específicos. Por meio de uma indicação, a Trix Engenharia chegou à consultoria da Everest Ridge, especializada em criar arquitetura de redes com alta disponibilidade, segurança de dados e tecnologia de última geração.

Para o grande desafio de montar a Celérix Telecomunicações (www.celerix.com.br), a Trix Engenharia contou desde o início, ainda em fase pré-operacional, com a consultoria da Everest Ridge. A Celérix oferece rotas em fibra óptica de alta capacidade para o chamado “whole sales”, ou seja, grandes consumidores, corporativos e ISPs (provedores de acesso à Internet) que estão localizados nas regiões Centro-Oeste, Minas Gerais, cidade de São Paulo e DF. Os clientes podem usar o novo backbones ópticos de alta capacidade em redes metropolitanas com qualidade de construção, manutenção e operação.

O Diretor Comercial da Celérix, Maurício Almeida, conta que a operação em tem sido um grande sucesso. “Em apenas sete meses de operação, já conquistamos mais de 20 clientes de grande porte e estamos seguindo com propriedade nosso plano de negócios, de crescer com qualidade e responsabilidade. Os sócios estão muito satisfeitos com os resultados até aqui, inclusive investindo para expansão da rede: a Celérix tem cinco novas rotas já projetadas e 1.500 Km de rotas subterrâneas a serem implantadas até 2020. Tem muita coisa boa vindo por aí”, declara.

Para ele, a Everest Ridge foi essencial no processo de oportunidade de negócios de IP. “Nossa estrutura foi desenhada para ser extremamente enxuta e, por este motivo, não podia errar ao entrar nesse novo mercado. Precisávamos de profissionais competentes e comprometidos com o projeto e forma de atuação, que é estar mais próxima dos clientes, proporcionando um pós-venda eficaz e muito mais rápido que o dos concorrentes. A Everest Ridge trouxe toda a sua expertise para nosso time, tornando-se responsável pela operação da rede e entendeu com perfeição a visão de negócios da empresa”, explica Maurício Almeida, Diretor Comercial da Celérix.

O principal produto da Celérix é o fornecimento de backbones DWDM de alta capacidade e qualidade de transmissão, atendendo em suas rotas grandes consumidores e ISP’s. “Fizemos desde o projeto e o desenho da topologia da rede, e indicamos as especificações de equipamentos que a Celérix precisava. A operação completa da rede também seguiu o projeto desenvolvido pela Everest Ridge e contempla desde de hosts de sistemas OSS, Engenharia de Tráfego, operação da rede nível 1, 2 e 3, suportando a operação 24X7, o que chamamos também de NOC”, comenta Eduardo Meirelles, Diretor Comercial da Everest Ridge.

A Celérix tem como diferencial os melhores e mais modernos e equipamentos do mercado, superando as redes antigas e obsoletas existentes na região, e conta com o acesso mais curto entre Brasília e São Paulo Capital, o que na prática significa uma rede de IP de alta velocidade para os clientes.

Sobre a Everest Ridge

A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks.
http://everestridge.com.br/

Sobre a Trix Engenharia
Fundada em 1977, a Trix Engenharia atua em todo o território nacional, executando projetos e obras de infraestrutura nas áreas de saneamento básico, drenagem urbana, telecomunicações, transporte de gás natural e pequenas centrais hidrelétricas. Paralelamente aos serviços de engenharia, expandiu suas atividades e passou a atuar também na área de geração de energia, buscando projetos e concessões para a exploração de pequenas centrais hidrelétricas. http://trixengenharia.net.br/

Sobre a Celérix Telecomunicações
A Celérix Telecomunicações foi criada em 2014 com o objetivo de prover as regiões sudeste e centro-oeste com novos backbones ópticos de alta capacidade e redes metropolitanas com qualidade de construção, manutenção e operação. Fornece backbones DWDM de alta capacidade e qualidade de transmissão, atendendo em suas rotas grandes consumidores e ISP’s. Possui 1.100 Km de backbones implantados, 43 municípios alcançados e presença em três estados brasileiros e mais Distrito Federal, podendo oferecer soluções de conexão em todo o território nacional.
http://celerix.com.br/pt/

Mais Informações para a Imprensa
Hub Content – Assessoria de Imprensa Everest Ridge
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br – 11 9 9872-3676
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br – 11 9 8785-3926

Evento celebra o ser a partir de experiências intimistas e alquimia sonora

Nos dias 21 e 22 de setembro, a natureza acolhedora de Ilhabela (SP) será o cenário do Celebração do Ser, evento que une entretenimento e vivências terapêuticas para um aprendizado intimista e transformador. O evento acontece no Templo do Ser, espaço de retiros e bem-estar, tendo como destaque a participação da alquimista sonora Amma Sophia Rose, que fará concertos com cantos, tambores e tigelas de cristal. A programação inclui ainda atrações musicais multiculturais, yoga dance, exposição de artesanato, bistrô orgânico, danças, palestra e massagens.

Dentre as atrações musicais, haverá shows com os instrumentistas Felipe Garbi e Gui Vitalli, com trabalhos que buscam o desenvolvimento interior e a contemplação, Jonca Harp, harpista que harmoniza o céu e a terra com a ternura da harpa, Marco Maia, músico de instrumentos sagrados, e Saulo Andrade, que tem nas músicas folclóricas a sua principal inspiração. Entre as experiências acústico-corporais estão as apresentações de Nada Shakti, terapeuta musical e criadora do projeto Cerimônia do Som, Milena Rossi, dançarina e facilitadora de danças femininas há mais de 20 anos e o ritmo contagiante do DJ Júlio Bittencourt, apaixonado por timbres e sons com a utilização de instrumentos amazônicos. 
As atividades corporais serão realizadas por Francisco Príncipe, que vai apresentar dança clássica indiana de consagração à primavera; Lili Lakshmi, com aula de Yoga Dance concebida como um caminho espiritual em que a própria vida é o ponto de descoberta, Pandu (Claudio Sampaio), instrutor internacional de Nada Yoga, o Yoga do Som. O evento trará também uma rica exposição de filtro dos sonhos, elaborados por Lucas Ragazoni e Luan Sabino, do Ateliê Banguê, com artesanatos em formas de amuletos, lembranças, histórias e energias.

O Mana Bistrô, restaurante de gastronomia natural e orgânica do Templo do Ser, servirá quitutes, bebidas sem álcool e pratos rápidos que celebram a chegada da primavera, preparados com muito amor pela chef Carol Marconi.
Idealizado por Cecília Peres, fundadora do Templo do Ser, o Celebração do Ser tem o objetivo de possibilitar a troca de vivências e reunir pessoas que buscam um encontro com o seu propósito, em um ambiente de relaxamento e contemplação. “O que chamamos de tecnologias de reconexão são as formas de entrar em sintonia com a natureza e com a sua nossa essência. Esse é princípio que seguimos no Templo do Ser, um espaço que possibilita uma rica escola de vida, com o intercâmbio de pessoas do mundo inteiro e as mais transformadoras experiências”, explica Cecília.

Sobre o Templo do Ser

O Templo do Ser é um espaço de retiros e bem-estar criado para proporcionar um ambiente de contemplação e relaxamento, e tecnologias de reconexão do ser com sua essência. Sua arquitetura orgânica e materiais nobres interagem com o entorno – a mata atlântica de Ilhabela (SP), tendo como resultado a natureza em harmonia com o ser humano. Oferece uma programação variada de workshops e vivências, aulas de yoga e dança, terapias holísticas e meditação. Possui salas para massagens, piscina e spa aquecidos, boutique, bistrô de alimentação natural e orgânica, e suítes privativas para hóspedes. www.templodoser.org


Serviço

O quê: Celebração do Ser
Quando: 21/09 (das 17h às 23h) e 22/09 (das 9h às 22h)
Ingresso: Contribuição consciente (valor mínimo sugerido: R$ 30,00 por dia). Renda revertida para o Instituto Amor.
Local: Templo do Ser
Endereço: Av. Engenho Velho, 185, Feiticeira, Ilhabela (SP)
Mais informações: (12) 99736 3846 / info@templodoser.org
Facebook: templodoser.org
Instagram: templodoser.ilhabela
www.templodoser.org