Full IP da Eletronet é classificado entre os 100 melhores do mundo em conectividade com apenas 3 meses de operação

Em março de 2018, a Eletronet, fornecedora de serviços de trânsito IP e circuitos de alta velocidade em longa distância por rede de fibra óptica, com mais de 16 mil km, anunciou a entrada no mercado como NSP (Network Service Provider), com o serviço de Trânsito IP para ISP (Internet Service Provider). Apenas três meses depois, a empresa comemora a classificação pelo site Radar by Qrator entre as 100 melhores do mundo no ranking de conectividade (https://radar.qrator.net/as-rating#connectivity/1/eletronet). Em relação aos provedores de serviços de Internet do Brasil, a Eletronet já está entre as cinco melhores empresas, pelo mesmo ranking.

Questionados sobre como a Eletronet conseguiu chegar tão rápido a este resultado, os executivos explicaram que foi uma combinação de foco em alta qualidade de serviços com a escolha estratégica de um parceiro especialista em tecnologia IP, a Everest Ridge. “Tínhamos duas opções, fazer tudo do zero ou contratar uma consultoria especializada em desenvolvimento de serviços IP. A Everest Ridge foi essencial em todo o projeto. Do planejamento, à engenharia, equipamentos, concepção do produto, engenharia de tráfego e até o suporte pós-lançamento, a consultoria realmente agregou sua expertise neste novo produto. A empresa treinou nosso time, escolheu os melhores equipamentos, definiu junto ao board as políticas de peering e traçou as rotas para reduzir custos operacionais”, afirma Anderson Jacopetti, diretor de engenharia e operações da Eletronet.

Um dos pontos chave do sucesso da Eletronet no ranking do Radar by Qrator foi a estratégia de conexão com provedores Tier1, acesso aos conteúdos mais relevantes e conexão com os principais IXs (Internet Exchanges) nacionais e internacionais. “Esta estratégia que a consultoria nos propôs foi determinante para sermos considerados uma das cinco melhores em conectividade em apenas três meses. Nossos clientes conseguem acessar todos os conteúdos, incluindo vídeos, games, e-commerce e muito mais, de forma muito mais rápida e direta”, explica Cassio Lehmann, diretor de comercial da Eletronet. O executivo conta que o produto Full IP é um marco de grandes mudanças no futuro da empresa. “Este é o primeiro de uma série de serviços adicionais que serão lançados em nosso portfólio num futuro próximo”, enfatiza.

A estratégia desenvolvida em conjunto com a Everest Ridge foi baseada em 3 pilares: 1) escolha dos fornecedores de trânsito IP nacionais e internacionais, determinante para reduzir custos e manter a qualidade dos serviços; 2) conectividade e políticas de peering; 3) alto nível de qualidade no atendimento ao cliente.

“Na escolha de provedores e na arquitetura da rede foi onde realmente contribuímos para reduzir custos do projeto e agregar valor ao Full IP. Analisamos o posicionamento geográfico da rede da Eletronet, propondo conectividade com os principais IXs, onde seria conectado de forma a proporcionar a melhor experiência ao cliente final. Também estudamos quais equipamentos seriam mais adequados ao projeto e, ainda, negociamos conexões para o cliente, a chamada política de peering, que incluiu conexão direta com os principais provedores de conteúdo para IP (empresas como Google, Facebook e Netflix), conta Eduardo Meirelles, diretor comercial da Everest Ridge.

O Full IP da Eletronet está disponível em 18 estados, com disponibilidade de tráfego em 155 pontos de presença (POPs). A Eletronet utiliza o backbone OPGW de 16 mil km próprio, conectado aos principais pontos de troca de tráfego (PTTs) do país, entre eles os de São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Campinas, Brasília e Salvador; além de conexões diretas com Londres, Frankfurt e Amsterdam na Europa, e Nova York e Miami nos Estados Unidos.

Sobre a Eletronet

A Eletronet possui uma rede nacional de fibra óptica baseada em OPGW com mais de 16 mil km, 155 POPs em 18 estados do Brasil, integrados às redes de transmissão de energia elétrica. Através desta estrutura de alta capacidade e disponibilidade, são prestados serviços de telecomunicações com altos níveis de qualidade para operadoras de telecomunicações e provedores de serviços de Internet (ISP). www.eletronet.com

Sobre a Everest Ridge

A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks. http://everestridge.com.br/

Anúncios

Debate sobre ‘Eleições 2018 e Compliance’ discutirá lobby empresarial, ética na política e a pós-democracia brasileira

Que país desejamos construir? Estamos conseguindo adotar práticas éticas ou a impunidade e corrupção só fazem crescer? Quais os impactos de uma sociedade tão polarizada e sujeita a fake news sobre as eleições? O que partidos, políticos, empresas, instituições públicas e sociedade civil podem fazer pela democracia a essa altura?

Esses são alguns dos temas a serem abordados no debate “Eleições 2018 e Compliance: lobby empresarial, ética dos partidos políticos e a (pós) democracia brasileira”. O evento comemora um ano do Blog do Justino (www.blogdojustino.com.br), do advogado e professor doutor de Direito Administrativo da USP Gustavo Justino de Oliveira, e será realizado na Casa do Saber, em São Paulo (SP), no dia 28 de agosto.

“Com satisfação celebramos nosso primeiro aniversário, refletindo sobre questões de vital importância para o exercício da cidadania e para a construção de um país mais justo, transparente e ético”, afirma Justino de Oliveira. “Assim como no Blog, a ideia do encontro é ampliar a discussão da atual conjuntura nacional pelo viés do Direito, Política e Sociedade. Vamos utilizar linguagem acessível, oferecer pontos de vistas diferentes, representados por especialistas de áreas diversas, e também dialogar com o público presente, que poderá esclarecer dúvidas e fazer comentários”, acrescenta.
O debate contará com a participação do empresário Andrea Matarazzo, ex-secretário estadual de Cultura e de Subprefeituras de São Paulo, do jornalista Fernando Mello (JOTA e UCLA), do advogado André Castro Carvalho (Insper e IBDEE) e de Taissa Licatti, In-house Consel da Ambev, além da moderação de Justino. A entrada é gratuita e está sujeita à lotação do espaço.

“Vivemos um momento crucial para a democracia brasileira. Há muitas incertezas e temores sobre o futuro, mas também um grande anseio por mudança e renovação. Estimular a reflexão e o diálogo em um evento como esse certamente ajuda a compreender melhor que projeto de país, afinal, desejamos e podemos viabilizar”, conclui Justino.

Serviço

Debate Eleições 2018 e Compliance: lobby empresarial, ética dos partidos políticos e a (pós) democracia brasileira
Data: 28.08.2018 (terça-feira)
Horário: das 18h30 às 21h
Local: Casa do Saber – rua Dr. Mario Ferraz, 414 – Itaim Bibi – São Paulo (SP)
Evento gratuito e sujeito à lotação do espaço.
Necessária inscrição prévia em www.blogdojustino.com.br

Everest Ridge lança Cleaning Center para mitigação de ataques DDoS

 

  • Serviço de Banda Limpa é voltado a negócios críticos, tais como bancos, bolsas de valores e corretoras de valores, seguradoras, provedores de internet e empresas de jogos
  • Brasil é o sexto país do mundo mais atacado por hackers (Fonte: NSFOCUS)

A Everest Ridge, empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes, acaba de criar um novo Cleaning Center – centro de limpeza – de banda larga no Brasil. A Banda Limpa da Everest Ridge permite mitigar até 1,7 Tb de dados sob ataques DDoS de negação de serviços. Deste total, 20 Gbs podem ser mitigados aqui mesmo no Brasil, sem precisar ir para a nuvem de outros países, o que evita latência (lentidão) para os clientes de redes durante os períodos desse tipo de ataque.

Voltada principalmente a negócios críticos, tais como bancos, bolsas de valores e corretoras de valores, seguradoras, provedores de internet e empresas de jogos, a solução de Banda Limpa da Everest Ridge protege clientes contra o ataque DDoS. “Qualquer pessoa que tenha uma rede própria e que ofereça serviços de internet deveria ter um serviço Anti DDoS em sua gestão. O Brasil é o sexto país do mundo que mais sofre ataques tipo DDoS. Somos um povo extremamente conectado e, por isso, somos mais vulneráveis. As empresas precisam começar a se proteger deste tipo de ocorrência, que costuma gerar milhões em prejuízo”, afirma Eduardo Meirelles, diretor comercial da Everest Ridge.

“Atualmente, 60% dos ataques de hackers DDoS partem da China. Com a solução da Everest Ridge, os dados são barrados diretamente na origem e não chegam ao Brasil. Aqui, os números não ultrapassam 10 a 15 GBs em ataques DDoS, por este motivo, os 20 GBs oferecidos pelo nosso Cleaning Center é mais do que suficiente para garantir um serviço eficiente de Banda Limpa no país”, explica Meirelles.

O que é um ataque DDoS?

O ataque DDoS acontece a partir da ação de hackers que infectam inúmeros computadores e estes, por sua vez, agem como zumbis obedecendo ordens. Por meio de um comando, os computadores infectados são ativados para realizar uma determinada ação, todos ao mesmo tempo. Isso faz com que os servidores atacados fiquem lentos ou saiam do ar por sobrecarga.

Sobre a Everest Ridge

A Everest Ridge é uma empresa brasileira especialista em gestão e segurança de redes de telecomunicações. Fundada em 2010, oferece serviços desde a concepção e desenho de uma nova rede, até a otimização da rede de grandes empresas, tendo com maior benefício a redução de custos fixos em média de 30%. Possui um centro de operações 24×7 para gerenciar e fazer a manutenção dos serviços. Entre os principais clientes estão Eletronet, Master, Engemon IT e L5 Networks.

Mais Informações para a Imprensa: 

Hub Content
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br

Direito Anticorrupção é tema de debate na USP

No dia 19 de junho, o Departamento de Direito do Estado da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo realiza o painel de debates sobre Direito Anticorrupção –  Governança, Gestão de riscos e Compliance no Brasil: onde estamos e para onde vamos. O evento contará com a participação de Floriano de Azevedo Marques Neto, diretor da Faculdade de Direito da USP, Gustavo Justino de Oliveira, professor doutor de Direito Administrativo na FDUSP, André Castro Carvalho, pós-doutor pelo M.I.T. e professor no Insper, Rodrigo Bertoccelli, presidente do Instituto Brasileiro de Direito e Ética Empresarial – IBDEE, Valdir Simão, ex-Ministro-Chefe da Controladoria-Geral da União, e dos advogados Marco Aurélio Borges de Paulo e Rodrigo Pironti Aguirre de Castro.

“Os recentes escândalos envolvendo corrupção no setor público como Mensalão, Lava-Jato e Operação Zelotes estimularam o debate mais aberto e aprofundado sobre o tema e a necessidade de se corrigir as fragilidades nas instituições públicas (programas de integridade) e empresariais ao se promover ajustes substantivos no sistema de governança, risco e compliance dessas instituições. A edição de novas leis como Ficha Limpa, Acesso à Informação, Anticorrupção e Estatuto Jurídico das Estatais, entre outras, são fatores que motivam uma reflexão sobre a efetividade do sistema brasileiro de combate à fraude, corrupção e lavagem de dinheiro, sobretudo sob o ponto de vista da conformidade e da responsabilização jurídica de pessoas físicas e jurídicas que praticam estes atos ilegais”, explica Justino de Oliveira, coordenador científico do evento.

Após o debate, será lançado o livro “Compliance, Gestão de Riscos e Combate à Corrupção: integridade para o desenvolvimento”, de Borges de Paulo e Aguirre de Castro (coordenadores), pela Editora Fórum. No capítulo “A Universidade como espaço para a disseminação de conhecimentos, métodos e técnicas voltados à prevenção e ao combate da corrupção no Brasil: O caso da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (2013-2016)”, de autoria de Justino de Oliveira, a obra trata da abertura do governo para a inserção da sociedade civil no controle e no combate aos atos de corrupção e a importância da capacitação dos cidadãos universitários para atuarem como disseminadores da cultura anticorrupção no Brasil.

A atividade marca também o encerramento da disciplina Corrupção na Administração Pública, do programa de Mestrado e Doutorado da FDUSP, ministrada por Justino de Oliveira. Em sua terceira edição em 2018, o curso deste semestre teve foco em compliance nas empresas públicas e privadas.

 

Serviço
Painel de Debates: Direito Anticorrupção – Governança, Gestão de riscos e Compliance no Brasil: onde estamos e para onde vamos
Data: 19 de junho de 2018 (terça-feira)
Horário: das 10h às 12h30
Local: Auditório Ruy Barbosa Nogueira – Faculdade de Direito da USP – Largo de São Francisco n. 95, 2º andar – Centro, São Paulo
Evento gratuito. Participação sujeita à lotação do Auditório (90 lugares).
Não é necessário realizar inscrição. Não será emitido certificado de participação.
Programação: https://blogdojustino.com.br/painel2/    

Especialista vem ao Brasil ministrar Iyengar Yoga para Depressão 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, cerca de 5,8% da população sofre de depressão – um total de 11,5 milhões de brasileiros. O índice é o maior da América Latina e o segundo do continente, atrás apenas dos Estados Unidos, com um índice de 5,9%, equivalente a 17,4 milhões de casos. A doença é a principal causa de incapacidade laboral no planeta e, nos piores casos, pode levar ao suicídio. Em 10 anos, de 2005 a 2015, esse número cresceu 18,4%. A prevalência do transtorno na população mundial é de 4,4%.

Desde a década de 1970, a meditação, o yoga e outras práticas terapêuticas têm sido estudadas como possíveis tratamentos para a depressão. Um estudo científico recente da Universidade de Boston mostrou que a prática regular de Iyengar Yoga reduz de forma significativa os sintomas da doença, podendo se tornar um tratamento complementar ou uma alternativa aos antidepressivos.

Em outubro, uma das mais respeitadas instrutoras de Iyengar Yoga da Europa, a alemã Rita Keller vem a São Paulo para ministrar um workshop no qual vai mostrar diferentes  aspectos da depressão, que pode ser causada por fatores externos ou internos, como excesso de trabalho, fadiga e hereditariedade, e métodos que ajudam a diminuir e a superar os sintomas. “Pesquisas recentes comprovam a importância da Yoga nessa área, que funciona mais que qualquer outro recurso, principalmente para sintomas leves e moderados”, explica Keller.

Quem traz a especialista para o Brasil é Analu Matsubara, coordenadora e fundadora do Estudyo Iyengar Yoga São Paulo, onde a atividade será realizada: “Por meio desta prática disciplinada estou, desde 1999, sem uso de qualquer medicação antidepressiva. Já passei por inúmeras consultas e internações psiquiátricas, e sou uma testemunha do enorme impacto positivo no sistema nervoso”, comenta Analu.

O workshop será ministrado em inglês com tradução para o português e contará com uma equipe de apoio para orientar os alunos na execução das práticas. As aulas são direcionados ao público em geral, praticantes iniciantes e avançados, e a professores de Yoga. Não há pré-requisitos.

Sobre Rita Keller
Instrutora sênior certificada pelo mestre indiano BKS Iyengar. Fundadora da Associação de Iyengar Yoga, em Colônia. Coautora dos livros Iyengar Yoga for Motherhood: Safe Practice for Expectant & New Mothers (Iyengar Yoga para a maternidade: prática segura para gestantes e novas mães) e Iyengar Yoga in der menopause (Iyengar Yoga na menopausa), ambos sem tradução para o português. Autora de inúmeros DVDs e artigos em publicações na Europa. Terapeuta ayurvédica e estudante do instituto RIMYI em Pune, Índia. Participou de seminários juntamente com B.K.S. Iyengar e Geeta S. Iyengar. Palestrante internacional.

 

Serviço

Iyengar Yoga e Depressão – Workshop com Rita Keller
Data: 11 a 14 de outubro
Horário: das 8h às 12h e das 14h às 17h30
Local: Estudyo Iyengar Yoga São Paulo – ESIYSP
Endereço: Rua Cel. Oscar Porto 836 – Paraíso, São Paulo
Facebook: /EstudyoIyengarYogaSaoPaulo
Mais informações e inscrições: www.esiysp.com.br/rita

 

XII Aldeia Multiétnica celebrará as crianças indígenas

De 13 a 20 de julho, a Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, em parceria com o Centro de Estudos Universais, realiza a XII Aldeia Multiétnica, na Chapada dos Veadeiros (GO). Com o tema “Festa das Crianças”, a 12ª edição celebrará as crianças indígenas. Até o momento, as etnias confirmadas para esta edição são Krahô (TO), Kayapó Mebengokré (PA), Fulni-ô (PE), Guarani Mbyá (SP) e os povos do Alto Xingu (MT). Cada uma apresentará as festas, costumes, tradições, ritos de passagem e brincadeiras relacionadas à infância, sob a perspectiva de diferentes culturas indígenas.

Em um novo local desde o ano passado, em 2018 o projeto firma-se como um Centro de Saberes na Chapada dos Veadeiros sobre os povos e comunidades originários e tradicionais, suas culturas e tecnologias sociais, com representantes indígenas como mestres facilitadores.

A localização privilegiada do espaço onde acontece o evento, o contato com o bioma Cerrado e a participação de indígenas e não-indígenas em uma programação de convivência profunda, que atravessa dias e noites, permitem que os participantes tenham contato de forma prática com fragmentos de diferentes culturas indígenas (como cantos, danças, ritos, arquitetura, artesanato, língua e pintura corporal), inserindo-se às atividades diárias de uma aldeia.Oficinas, feiras de artesanato, palestras, apresentações culturais, incursões pelo Cerrado e rodas de prosa são algumas das atividades que integram a programação. Durante as noites, rituais sagrados, cantorias e contação de histórias e lendas ao redor das fogueiras deixam a experiência ainda mais rica.

A Festa das Crianças

O escritor Daniel Munduruku costuma afirmar que a pior pergunta que pode ser feita a uma criança indígena é “o que você vai ser quando crescer?”. Segundo ele, à criança indígena é dado o direito de viver a infância sem preocupação com o futuro. O melhor tempo é o presente.

Nas comunidades indígenas, a infância é vivida e celebrada de forma muito intensa. É durante esta fase que os saberes tradicionais são compartilhados e a comunidade é fortalecida. As crianças são integradas a todas as atividades da aldeia. Aprendem a caçar, mexer com a roça, subir em árvores, nadar e conhecer o território onde vivem. Habilidades básicas para desenvolver a autossuficiência e a forma como darão continuidade às tradições de seu povo.

Como participar da XII Aldeia Multiétnica

É possível aderir ao pacote completo, de 7 dias de vivência, com hospedagem (em camping), alimentação (café da manhã, almoço e jantar) e acesso à programação completa e aos atrativos naturais do espaço (Cachoeiras Almécegas I e II e Rio Couros). Ou adquirir o bilhete diário de visitação, que permite participar das atividades das 14h às 18h.

Informações completas: www.aldeiamultietnica.com.br/pacotes

SinalizeWeb lança calculadora online e gratuita para mostrar ROI no e-commerce para PMEs

“Túnel do E-commerce” da Feira do Empreendedor de São Paulo 2018 apresenta Calculadora online para E-Commerce PME no local e ensina a conquistar o consumidor seguindo a sua jornada de compras no digital

Boa parte dos empreendedores do mercado de e-commerce já consegue precisar os custos de uma plataforma de e-commerce para abrir uma loja virtual. No entanto, uma das maiores dificuldades neste negócio é entender os investimentos necessários em marketing digital, SEO e performance para obter sucesso do negócio. A tarefa é árdua na hora de avaliar o Retorno sobre Investimento ou ROI. Porém, o empreendedor precisa saber qual será o retorno que terá para cada real investido, para que possa se preparar em sua trajetória.

Foi pensando em facilitar a vida desses empreendedores de e-commerce e empresas PMEs em geral que a SinalizeWeb – agência com foco em performance, especialista em SEO, marketing digital e e-commerce – desenvolveu a “Calculadora online para E-commerce PME”. Trata-se de uma ferramenta gratuita, disponível para análise de diferentes simulações online no site da empresa .

“A ferramenta é fácil de usar e permite ao pequeno/médio empreendedor se preparar melhor para suas necessidades no negócio. Assim, ao entrar no simulador, o empreendedor precisará colocar informações tais como investimento atual e lucro almejado, a margem de lucro do produto (markup), média de vendas de cada cliente na loja virtual (ticket médio de compras) e informações relacionadas a estratégia do negócio, tais como a participação das compras a partir de um Marketplace. Aí ele pode simular e verá resultados diversos conforme troque as variáveis”, explica Abu Amir, Head de SEO e e-commerce da SinalizeWeb.

Ao final da simulação, o empreendedor vai receber um relatório que mostrará os resultados do ROI na configuração simulada (para um novo negócio ou negócio existente), os custos de taxas e informações relativas ao lucro líquido no cenário imaginado.

Segundo o executivo, o empreendedor precisará de alguns conhecimentos para saber avaliar se está com boa performance em marketing digital. “A média de ROI para um e-commerce de performance mediana é o ROI 14, ou seja, para cada R$1,00 investido a empresa tem o retorno de R$ 14,00. Quando os clientes têm um trabalho apropriado de busca orgânica e conteúdo (SEO), boas campanhas de Marketing Digital e um e-commerce na plataforma apropriada e com estratégia assertiva, este ROI pode subir para 34, ou seja, a cada R$ 1,00 investido, a empresa lucra R$ 34,00”, afirma o especialista da SinalizaWeb.

Jornada de compras do consumidor de e-commerce

O stand da SinalizeWeb, além do Simulador de ROI para e-commerce PME, apresenta o “Tunel do e-commerce”, com seis metros de comprimento,  que mostra a jornada de compra do consumidor e quais são os principais conceitos de como atrair o cliente e fazer com que ele compre em sua loja (conversão).

“É preciso ter muito claro quem é o seu público consumidor para atraí-lo até sua loja e depois conseguir convencê-lo a comprar seu produto. A matemática de dados aliada às ferramentas de marketing digital, ajudam o empreendedor digital nestas etapas. Ainda, a jornada do consumidor precisa também criar para os clientes que já compraram uma experiência excelente, de forma que este cliente volte a comprar de maneira recorrente e, mais do que isso, é necessário o encantamento do cliente com o seu negócio, para que não só ele volte, como também recomende sua loja para outras pessoas”, explica Uafa Smaili, Head de Projetos da SinalizeWeb.

Sobre a SinalizeWeb

A SinalizeWeb é especialista em performance e marketing digital para o público PME e desenvolve lojas de e-commerce na plataforma VTEX. A empresa participou do Comitê que desenvolveu o Guia de SEO da ABRADi-SP.  A SinalizeWeb tem entre os principais clientes as empresas Rubi Presentes, Instituto de Direito Público IDP-SP e Box Colchões.

Mais informações para imprensa
Hub Content
Gil Stefani – gil.stefani@hubcontent.com.br
Helena Castello Branco – helena@hubcontent.com.br