Encontro de Culturas do Mundo completa 20 anos e reúne povos indígenas e artistas do Marrocos para shows e vivências na Bahia

São Paulo, dezembro de 2019 – De 24 a 26 de janeiro de 2020, o distrito de Imbassaí, no município baiano de Mata de São João, recebe o Encontro de Culturas do Mundo, evento que visa divulgar e celebrar a diversidade cultural em suas diversas formas – desde música e danças até práticas ancestrais corporais e meditativas. O evento tem como destaque as performances de Said Guissi e do grupo Aissawa, da cidade de Fes, no Marrocos, caracterizadas pelo uso simultâneo de instrumentos de sopro e percussão, em um ritmo acompanhado por cânticos e danças que constituem a música sagrada sufi; vivências com as etnias indígenas Kayapó Mebengokre, Pankararu, Potiguara e do Alto Xingu; e práticas de Mindfulness (Atenção Plena), treinamento meditativo que desenvolve a habilidade de centrar a atenção no presente.

“O Encontro de Culturas é uma oportunidade para valorizarmos os saberes e conhecimentos ancestrais e dos povos originários, e enfatizarmos a convivência com a diversidade e o exercício da empatia”, observa Glaucia Rodrigues, diretora do Centro de Estudos Universais AUM, associação sem fins lucrativos realizadora do evento. “Os representantes do Alto Xingu são o melhor exemplo de convivência e tolerância: diferentes etnias, falando diversas línguas e convivendo pacificamente no mesmo território. Esse é um aprendizado que precisamos que ter”, finaliza. O evento é organizado em parceria com a Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge e Aldeia Multiétnica, projeto que promove trocas e une os povos indígenas para fortalecimento de suas culturas individuais e lutas em comum.

 

 

 

 

 

A programação do evento conta ainda com fóruns e palestras sobre Astrologia, Educação para a Paz, Cosmologia e Filosofia Intercultural, apresentações e oficinas de dança e músicas regionais, exposição fotográfica de Rogério Ferrari sobre a resistência dos povos originários na Bahia, Feira de Economia Solidária, com alimentos e produtos tradicionais, oficina de Paneuritmia (dança circular composta de exercícios que estimulam as células espirituais do corpo para a expansão da consciência individual e coletiva) e apresentação especial da Orquestra Jovem do Conservatório de Música de Mata de São João.

Serviço
O que: Encontro de Culturas do Mundo 2020
Quando: 24 a 26 de janeiro de 2020
Onde: Espaço Cultural Tangará Mirim – Imbassaí, Mata de São João – Bahia
Mais informações: www.culturasdomundo.org.br
Insta: @ceuaum
Facebook: fb.com/events/739181476563517/
Ingressos: Sympla

Pesquisa aponta média nacional de investimentos em Treinamento & Desenvolvimento 2019/2020; indústria foi o setor que mais investiu

Empresas continuam a investir em T&D, mesmo em momentos de recessão econômica, o que denota a solidificação da área

Este ano, o setor de Treinamento & Desenvolvimento (T&D) teve uma média de investimentos de R$ 652 por colaborador nas empresas instaladas no Brasil. É o que aponta a 14ª edição do “Panorama de Treinamento no Brasil”, estudo cujo foco é investigar os principais indicadores da gestão de Treinamento & Desenvolvimento (T&D) dessas companhias. O estudo aponta ainda que, no quesito de investimento por colaborador, a Indústria foi o setor que mais investiu em T&D este ano (R$ 754), seguido pelo segmento de Serviços (R$ 690). O Comércio fica na lanterna, com apenas R$ 357 – quase metade da média nacional.

No que tange à distribuição dos recursos por tipo de público, o Panorama deste ano aponta um equilíbrio ainda maior nessa relação. Em 2018, a proporção era de 52% do total de recursos reservados a T&D direcionados à formação de colaboradores contra 48% reservados ao desenvolvimento das lideranças; este ano, o equilíbrio é absoluto: 50% para colaboradores e 50% para lideranças (20% alta liderança e 30% de gerência e supervisão). Uma das novidades na pesquisa deste ano, o quadro de distribuição dos investimentos em T&D mostra que as empresas investem 53% no desenvolvimento de habilidade comportamentais para líderes, enquanto a formação de colaboradores prioriza conhecimentos técnicos/industriais (45%) ou treinamentos de compliance ou obrigatórios (29%).

Quanto às formas de entrega das capacitações, o investimento em e-learning ou educação à distância (EAD) ficou em 19% (13% de autotreinamento + 6% de aulas expositivas via webinars) contra 71% em treinamentos presenciais. Já os treinamentos por meio de tecnologias móveis, como celulares e tablets, representam 4% dos investimentos, enquanto os treinamentos que não utilizam tecnologia receberam apenas 6% de recursos. E se em 2019 as empresas preferiram investir em treinamentos de processos, inovação e vendas, a tendência para 2020 será a comunicação, fator unânime entre todos os setores.

“Este ano, tivemos um incremento de 31% no número de empresas que se disponibilizaram para participar do Panorama, o que denota que o mercado reconhece o valor da ferramenta para a definição de estratégias de T&D”, explica Fernando Cardoso, sócio-diretor da Integração. “Esse aumento também nos ajuda a perceber que as empresas continuam a investir em T&D, mesmo em momentos de recessão econômica, o que denota a solidificação da área”, finaliza.

Para apurar os resultados apresentados, a pequisa analisou dados de empresas de diferentes segmentos, portes e origens. A amostra contou com 73% de empresas nacionais e 27% de multinacionais; 29% das companhias respondentes representam o segmento da Indústria, 11% o Comércio e 43% o setor de Serviços; também foram ouvidas representantes da Administração Pública (13%) e do Terceiro Setor (4%). Foram avaliados dados como investimentos, alocação de recursos, estratégias e tendências, entre outros, o que permite que as informações sejam analisadas de forma segmentada. O estudo é fruto da parceria entre a Integração Escola de Negócios, a Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) e a Carvalho & Mello Consultoria Organizacional.

Clique aqui para baixar a íntegra do Panorama.

Sobre a Integração Escola de Negócios

Com sede em São Paulo e filiais no Rio de Janeiro e Porto Alegre, a Integração Escola de Negócios atende às demandas empresariais de qualificação, treinamento, formação e especialização de executivos, aliando o crescimento corporativo à evolução pessoal de seus alunos. Oferece treinamentos Corporativos, Cursos de Atualização, EAD, Cursos de Formação, In Company, MBA, Palestras, Ferramentas de Desenvolvimento, Recursos Humanos, Liderança, Comunicação, Vendas, Secretariado, Logística, Finanças e Jogos Corporativos. Capacita mais de 30 mil profissionais por ano. www.integracao.com.br

Templo Do Ser inaugura serviços de Day Spa e amplia cardápio de terapias

Inaugurado no ano passado, em Ilhabela (SP), o Templo Do Ser, espaço para retiros e bem-estar, acaba de ampliar suas instalações e gama de serviços. Agora, além das acomodações em meio à Mata Atlântica, atividades intimistas, aulas regulares de danças e yoga, gastronomia orgânico-vegetariana e um extenso calendário de eventos sobre temas relacionados à filosofia do local, os clientes passaram a dispor, no espaço Casa da Vida – Hale Ola, de uma sala com serviços e conceito de spa, e mais de 20 tratamentos e terapias holísticos, como a ‘Massagem Templo do Ser’, desenvolvida exclusivamente para a casa com base na massagem ‘Lomi Lomi’, parte da medicina tradicional havaiana.

“A Casa da Vida foi pensada como uma espécie de ‘farol’ para ajudar a guiar nossos hóspedes para além das questões físicas e mundanas”, revela Cecília Peres, que decidiu fundar o Templo Do Ser depois de manter espaços holísticos de ativação quântica em Malibu e Kauai, nos Estados Unidos, e também em São Paulo. “Aqui, cada aspecto foi elaborado cuidadosamente para auxiliar as pessoas a se reconectarem com seu ‘eu’ interior: desde a hospedagem, a alimentação, as atividades e até o contato dos nossos funcionários com os clientes, tudo visa a elevação da consciência e a reenergização”, afirma.

Jennifer Guaraldi, terapeuta residente do Templo Do Ser, complementa: “É um espaço para cuidar do corpo, que é o nosso templo sagrado, de modo que as pessoas efetivamente sintam os efeitos dos nossos tratamentos em suas vidas pessoal, profissional e social. A ideia é trabalhar “do micro para o macro”: melhorando a si próprias, as pessoas ajudam a melhorar também a qualidade do padrão energético à sua volta – e, consequentemente, do planeta”, explica.

Além da ‘Massagem Templo do Ser’, a Casa da Vida oferece um cardápio de massagens que como a relaxante com óleos essenciais, relaxante com velas quentes, detox, que estimula a circulação linfática permitindo a eliminação dos líquidos e toxinas, shiatsu, ayurvédica, que visa resgatar o equilíbrio entre corpo e mente, thai massagem, que favorece o correto alinhamento corporal, a flexibilidade das articulações e a correção de problemas de coluna, e massagem com pedras quentes.

No segmento de Argilas e Esfoliações, os procedimentos incluem peeling corporal com mel de abelha, hidratação facial e Fangoterapia, que faz uso de argila corporal enriquecida com algas marinhas vermelhas e marrons, que potencializa a absorção das toxinas. As ofertas de Banhos incluem thalassoterapia, que usa as propriedades da água marinha, rica em sais minerais e oligoelementos que resgatam o equilíbrio metabólico e promovem eliminação de toxinas, ativação da microcirculação sanguínea e função linfática; Banho Tranquilizante; Banho Detox e Escalda Pés com técnicas de reflexologia. A Casa da Vida também oferece uma gama de terapias como Constelação Familiar e Sistêmica, Reiki Usui, Reiki Xamânico, acupuntura, práticas exclusivas de personal yoga e meditação guiada, além de pacotes de Day Spa, com massagens, banhos, escalda pé, hidratação corporal, esfoliação e sauna.

Para quem deseja se aprofundar ainda mais em sua conexão interior, é possível se hospedar no Templo Do Ser, que oferece suítes privativas ou coletivas, e desfrutar da alimentação consciente e vegetariana do Mana Bistro e de práticas regulares de dança, meditação e yoga.

Serviço
Templo Do Ser
Endereço: Av. Engenho Velho n. 185, Feiticeira, Ilhabela, SP
Funcionamento: seg. a sex., das 9h às 18h, sáb. das 16h às 23h, dom. durante os eventos
Atendimentos terapêuticos e massagens: qua. a seg. das 10h às 18h, mediante agendamento.
Mais informações: info@templodoser.org / (12) 99736-3846
www.templodoser.org
Facebook: templodoser.org
Instagram: templodoser.ilhabela

Em parceria com a SBPSP, encontro na PUC debate a construção de sentidos para experiências traumáticas

Com o objetivo apresentar a visão de duas instituições de formação psicanalítica – uma universitária e a da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP) -, o encontro Fronteiras do Traumático será realizado em novembro, em São Paulo, com a participação de professores da Faculdade de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica (PUC/SP) e de membros da SBPSP.

A escolha do tema do encontro deu-se a partir do tema geral que orienta as atividades da Diretoria Científica da SBPSP para o biênio 2019-2020, “Fronteiras em Movimento”. A partir daí, delineou-se que os diferentes aspectos do traumático que incidem sobre cada um funcionam na fronteira dos aspectos socioculturais e da experiência subjetiva. Por traumático entende-se toda experiência que excede a possibilidade de a pessoa exercer o trabalho de construção de sentido. E esse o foco do encontro: a presença do traumático na experiência psicanalítica e as possibilidades de construir representações (sentidos) para o indivíduo.

O evento terá início no dia 5/11 (terça-feira) com Bernardo Tanis, presidente da SBPSP, e Renato Mezan (PUC), tecendo suas considerações sobre o traumático a partir das questões socioculturais, que incidem e exigem compreensão na experiência clínica, na mesa “Quando o mundo entra na clínica: fronteiras em movimento”.

No decorrer do dia 6/11 (quarta-feira), haverá várias mesas tratando das questões fronteiriças: Daniel Delouya (SBPSP) e Rosa Tosta (PUC) discutirão um caso clínico com material anônimo. Em seguida, José Martins Canelas (SBPSP) e Elisa Uchôa Cintra (PUC) apresentarão suas considerações sobre as possibilidades de se representar e, portanto, de encontrar um sentido, para experiências do traumático. Por fim, Suzana Muszkat (SBPSP) e Claudinei Affonso (PUC) abordarão o traumático nas fronteiras de seu trabalho psicanalítico extramuros, ou seja, fora do consultório.


Encontro PUC-SBPSP: Fronteiras do Traumático

Local: Auditório Paulo Freire (TUCA-PUC)
R. Monte Alegre, 1024 – Perdizes, São Paulo/SP
Dias 5/011, às 20h30, e 6/11, das 10h às 18h30
Mais informações e inscrições: aline.silva@sbpsp.org.br
Evento gratuito
http://sbpsp.org.br/

Especialista em Yoga e Ayurveda ministra práticas e palestra no Festival Sustenta

A estudiosa das ciências védicas Márcia De Luca irá conduzir uma prática de Yoga e uma palestra sobre O poder das nossas escolhas para uma vida de bem viver durante o Festival Sustenta, que será realizado em Ilhabela (Litoral Norte de São Paulo), em outubro. As atividades são gratuitas e abertas ao público, e acontecem no sábado, 12/10, a partir das 11h. Para quem quiser se aprofundar na prática, no domingo, 13/10, a especialista estará no espaço de retiros e bem-estar Templo do Ser, também em Ilhabela, para realizar o workshop inédito Yoga como harmonização do Ser.

“A ayurveda é um sistema de cura que ensina a prevenção de doenças. Nesta ciência, acredita-se que não é preciso estar doente para se curar, mas sim se curar antes de ficar doente, mantendo um estilo de vida e um equilíbrio entre corpo, mente e espírito para atingir esse objetivo”, explica Márcia. Sobre o workshop, ela comenta que será uma prática para aprofundar o conhecimento seguindo a sabedoria
de Patañjali, o primeiro e grande codificador do Yoga: “Muito mais do que uma prática física, o verdadeiro Yoga é uma
ciência milenar que visa o equilíbrio mais perfeito do corpo,
mente e espírito, nos conduzindo à harmonização do ser”.

Formada pelo The Chopra Center for
Well-Being, Márcia De Luca aprofundou seus conhecimentos com o americano Dr. David Frawley e com vários mestres indianos. Ela também é autora de diversos livros, entre eles A idade do poder – transformação, saúde e beleza para a mulher, Ayurveda – Cultura de Bem-Viver e Mindfulness em Família. http://marciadeluca.com.br/

Sobre o Festival Sustenta

O Festival Sustenta será realizado nos dias 12 e 13 de outubro na Fazenda Engenho d’Água, em Ilhabela (SP), somando às iniciativas que contribuem para o diálogo e para a conscientização a respeito de atitudes positivas, no âmbito individual e empresarial, visando uma vida mais sustentável. O evento irá tratar de temas como empreendedorismo, economias circular e compartilhada, energias renováveis, alimentação inteligente, cidades autossuficientes, estilo de vida saudável e bem-estar. Além de palestras, estão previstas atividades como práticas corporais, shows, concertos meditativos, oficinas infantis, cinema ao ar livre e uma praça de alimentação vegetariana, tendas com massagens e terapias alternativas, exposições, movimento colaborativo Sustenta – feira livre que movimenta os produtores e artesãos locais, e a festa matinal Wake, que começa às 8h do domingo com yoga dance seguida de pista de dança com deejay e música ao vivo.

Sobre o Templo Do Ser


Cercado pela exuberante Mata Atlântica e a 700 metros da praia da Feiticeira, o Templo Do Ser é um espaço de profunda reconexão com a natureza para um intenso encontro com a própria essência. Para isso, conta com programações inspiradoras e diversificadas, que são renovadas a cada temporada para que o visitante possa encontrar uma experiência completamente nova em suas visitas. O espaço oferece hospedagem em suítes privativas ou coletivas, com vista para a Mata Atlântica, e conta com o exclusivo serviço de gastronomia do Mana Bistrô, que traz um cardápio vegetariano elaborado com ingredientes naturais e orgânicos, mirando sempre a qualidade nutricional e refeições para serem apreciadas por todos os sentidos. Parte da renda dos eventos e das atividades é revertida em benefício de projetos sociais. Para garantir uma estadia consciente e responsável, o espaço restringe o consumo de bebidas alcoólicas e de fumo, e de alimentos e bebidas trazidos de fora.

Serviço
O poder das nossas escolhas para uma vida de bem viver
Palestra e prática de yoga com Márcia De Luca
Dia 12 de outubro, às 11h
Local: Festival Sustenta
Fazenda do Engenho D’água – Ilhabela, SP
Atividade Gratuita e Lixo Zero. Pets são bem-vindos.

Yoga como harmonização do Ser
Workshop com Márcia De Luca
Dia 13 de outubro, das 9h às 12h
Investimento: R$ 120,00
Local: Templo do Ser
Av. Engenho Velho, 185 – Feiticeira, Ilhabela, SP

Reservas e Informações: (12) 99736-3846 – (12) 3894-1296
- info@templodoser.org
Vagas limitadas
https://templodoser.org

Dia da Criança: evento no Teatro Gamaro valoriza a cultura Guarani

Promovido pelo Centro de Estudos Universais AUM, encontro de corais reúne crianças de aldeias do litoral paulista e catarinense

São Paulo, setembro de 2019 – Em homenagem ao Dia da Criança, o Centro de Estudos Universais AUM promove o evento “Kyringue Mbora’i – Cantos Sagrados das Crianças Guarani”. A apresentação acontece às 16h do dia 12 de outubro, no Teatro Gamaro, em São Paulo. A programação prevê a apresentação de dois grupos do litoral de Santa Catarina, o Nhẽ’ẽ Ambá da aldeia Tekoa Tava’i e o Mbora’i Vy’a da aldeia Tekoa Vy’a, além de um da cidade de Bertioga (SP), o Arandu Mirim, da Aldeia Rio Silveiras. Na ocasião, os visitantes também terão a oportunidade de conhecer e adquirir itens do artesanato guarani.

Pela tradição guarani, as crianças agradecem e celebram a oportunidade de mais um dia vivido, por meio do canto e da dança. É em momentos como esses que se agradece o que se tem de mais precioso, que são as florestas, a água e as estrelas, entre outros recursos naturais. A história nos conta que, no canto das crianças, estão os ensinamentos de Nhanderú etê, que é o Deus Verdadeiro.

Há algum tempo, os corais voltaram a ser valorizados nas aldeias como forma de manter a tradição do povo guarani e resgatar a memória e os ensinamentos dos antigos, pois, para o povo guarani, o canto das crianças é algo muito sagrado. Dessa forma, o evento pretende disseminar essa ideia e incentivar crianças e adultos a celebrarem a vida no dia a dia, ressaltando que as crianças são o futuro da nação e, por isso, responsáveis por levar tradições e culturas adiante, independentemente da origem de seu povo.

O evento “Kyringue Mbora’i – Cantos Sagrados das Crianças Guarani” é organizado pelo Centro de Estudos Universais AUM (www.ceuaum.org.br) em parceria com a Aldeia Multiétnica (www.aldeiamultietnica.com.br/) e com o apoio Teatro Gamaro.

Serviço
Kyringue Mbora’i – Cantos Sagrados das Crianças Guarani
Data – 12 de outubro de 2019
Horário – às 16h
Local: Teatro Gamaro (Rua Dr. Almeida Lima, 1176 – Mooca – São Paulo/ SP – tels. (11) 2081-5924 e (11) 99719-1596 – teatrogamaro.com.br)
Informações: Centro de Estudos Universais – tel: (11) 3071-3842 e e-mail: contato@ceuaum.org.br

Ingresso: R$ 20,00 (à venda pelo Eventbrite – eventbrite.com/)

 

Setembro Amarelo: mesa de debates discute o suicídio e suas formas de prevenção

Quando a vida adquire sentido? E quando deixa de fazê-lo? Setembro é o mês mundial de prevenção do suicídio, e a proposta é acender um sinal de alerta para o problema, que já constitui a segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos de idade, de acordo com dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, a taxa de ocorrência de suicídios entre adolescentes que vivem nas grandes cidades aumentou 24% entre 2006 e 2015, segundo pesquisa divulgada este ano pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), um dado que é motivo de preocupação para famílias, psicanalistas, educadores e profissionais de saúde.

A mesa de debates Mal-estar na Civilização e Suicídio, organizada pelas Diretorias de Cultura e Comunidade, Científica, de Atendimento à Comunidade e Regional da SBPSP, bem como pela Revista Brasileira de Psicanálise, que em breve lançará uma edição sobre o tema, propõe investigar os contextos culturais em que o aumento e a diminuição do suicídio ocorrem, assim como pensar em ações de prevenção para avançar na redução das tentativas e na diminuição do número de mortes.

Segundo Leda Beolchi Spessoto, membro da SBPSP e que falará sobre o tema “Evitar o Suicídio: uma Tarefa de Sísifo”, “vamos destacar os fatores que favorecem tal comportamento, tanto nos aspectos psíquicos quanto sociais, para que se possa pensar em caminhos que contribuam para redução do alto índice atual de suicídio inclusive entre os jovens”.

Essa busca de caminhos passa também pela discussão de fatores ligados à forma de lidar com o suicídio, como, por exemplo, o preconceito. Assim, o psiquiatra Carlos Cais, da Unicamp, chama a atenção para a necessidade de se trabalhar a maneira como o suicídio atua sobre sentimentos, crenças e comportamentos dos membros da equipe médica e mesmo de outras pessoas envolvidas, que muitas vezes sentem raiva em relação ao indivíduo que tenta cometer esse ato. Ele cita também a importância de providências que comprovadamente impactam essa prática, no sentido de reduzi-la: “Na Inglaterra, foi modificada a forma de apresentação do paracetamol, agora vendido como blister. E ficou comprovado que a simples dificuldade de obter uma grande quantidade do remédio, que, se ingerida, poderia ser fatal, pode atuar no sentido de conter um ato impulsivo”, afirma o psicanalista, que vai abordar o tema “Prevenção do Suicídio: das Estratégias Públicas à Prática Clínica” durante o debate.

A mesa será composta ainda por Rossevelt Cassorla (SBPSP), que irá falar sobre “Suicídio: Fatores Inconscientes e Aspectos Socioculturais”.

Serviço

Mal-estar na civilização e suicídio
Dia 21 de setembro, às 10h
Local: Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo – SBPSP
Av. Dr. Cardoso de Melo, 1450 | 9º andar – Vila Olímpia – São Paulo | SP
Taxa de inscrição: profissionais: R$ 50,00 / estudantes de graduação: R$ 25,00
Gratuito para ‘Membros’ e ‘Membros Filiados’ da SBPSP
Informações: (11) 2125-3700 e http://sbpsp.org.br