SESC realiza bate-papo sobre bibliotecas alternativas na Bienal do Livro de São Paulo

Em agosto, o SESC São Caetano realizou um ótimo bate-papo sobre Bibliotecas Alternativas na Bienal do Livro de São Paulo. Helena Castello Branco participou para falar sobre o BookCrossing Brasil, movimento literário que coordena e ajudou a implementar no Brasil, e que já conta com 80 pontos para libertação de livros no país (confira aqui a lista). Participaram da mesa Abraão Antunes, da Rede Brasil de Bibliotecas Comunitárias, e Robson Mendonça, da Bicicloteca, que leva livros gratuitamente a moradores em condição de rua. O escritor Edson Rossato fez a alegre mediação da conversa.

O encontro aconteceu no espaço onde estava estacionado o BiblioSESC, biblioteca volante do SESC que carrega até 3 mil obras.

Robson Mendonça e a Bicicloteca, na Praça da Sé.

Robson Mendonça e a Bicicloteca, na Praça da Sé.

Bienal do Livro debate novos temas do Direito

A 22ª Bienal do Livro de São Paulo contará com dois debates para tratar de questões relevantes do Direito Administrativo e do Terceiro Setor. Com a presença de especialistas e moderados pelo professor de Direito Administrativo da Universidade de São Paulo Gustavo Justino de Oliveira (USP), os eventos acontecem no dia 10 de agosto no estande da Editora Fórum (D90).

O primeiro deles, às 10h, vai reunir os advogados Gustavo Fernandes de Andrade, Fabio Alves Moura e Paulo Osternack Amaral para falar de Direito Administrativo do investimento: empresa, estado e terceiro setor. Em seguida, às 14h, Josenir Teixeira, Janaina Schoenmaker, Alberto Shinji Higa e Marcelo Ricardo Escobar abordam o tema Terceiro Setor: controle das entidades e responsabilidade de seus dirigentes.

“Esta é uma oportunidade para discutir novos temas e enfoques do Direito Administrativo, como os contratos de infraestrutura e a proteção do investimento, o uso da arbitragem para a solução dos litígios envolvendo o Poder Público, as parcerias do Estado com o Terceiro Setor. O Direito Administrativo brasileiro encontra-se em um processo acelerado de mudanças, e precisamos discutir como o Direito pode conferir maior seguranca e estabilidade aos negócios e parcerias que o Estado firma com a iniciativa privada e com as ONGs”, explica Justino de Oliveira.

Agenda

Debate: Direito Administrativo do investimento: empresa, estado e terceiro setor
Com Gustavo Justino de Oliveira (moderador), Gustavo Fernandes de Andrade, Fabio Alves Moura e Paulo Osternack Amaral.
Dia 10 de agosto, às 10h

Debate: Terceiro Setor: controle das entidades e responsabilidade de seus dirigentes
Com Gustavo Justino de Oliveira (moderador), Josenir Teixeira, Janaina Schoenmaker, Alberto Shinji Higa e Marcelo Ricardo Escobar.
Dia 10 de agosto, às 14h

Local: 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo – Pavilhão de Exposições do Anhembi – Estande da Editora Fórum (D90)
Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana, São Paulo.

Hotsite: http://editoraforum.com.br/forumnabienalsp/

Assessoria de imprensa:
Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura

BookCrossing distribui 2 mil livros gratuitamente no Metrô e na Bienal do Livro de São Paulo

Depois de participar de eventos de peso como Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura e Festa Literária Internacional de Parati (FLIP), o movimento BookCrossing Brasil vem firmando sua inserção no circuito literário brasileiro com sua participação, pelo segundo ano consecutivo, na Bienal Internacional do Livro de São Paulo. A distribuição “em massa” e gratuita de livros ocorre de 12 a 22/08 no estande do Plano Nacional do Livro e Leitura – PNLL (avenida 1 com a rua O). Neste ano, a ação do BookCrossing será ampliada e ocorrerá também nas estações do Metrô de São Paulo e nos ônibus leva e trás Estação Tietê/Anhembi (dia 14/08, das 8h às 14h).
“Cerca de 2 mil livros registrados no BookCrossing serão libertados na Bienal e nas estações do Metrô, para que as pessoas possam lê-los e, posteriormente, devolvê-los em qualquer espaço público, gerando mais uma oportunidade de levar ao público a filosofia do movimento: Leia, Registre e Liberte.”, comenta Helena Castello Branco, coordenadora do projeto.

Além da “libertação” dos livros, a equipe do BookCrossing Brasil divulgará o conceito do projeto através de etiquetas e marcadores de livro, para conscientizar o público acerca da importância da leitura.

Helen Castello Branco_Bienal do Livro_BookCrossing

Transformando o mundo numa biblioteca
O BookCrossing.com é o maior clube literário, gratuito e online, do mundo. A prática de bookcrossing consiste em deixar um livro em um local público para ser pego e lido por outros, que por sua vez repetem esta ação. Antes de ser disponibilizado para outro leitor, cada livro deve ser registrado no site para receber um número de identificação, que deve ser anotado na contracapa. Quem encontra o exemplar, deve também fazer um registro na Internet, com o número anotado, informando assim aos leitores anteriores que o livro está agora em suas mãos.
Além de permitir este rastreamento dos livros pelo mundo, o BookCrossing.com, que surgiu em 2001 nos EUA, facilita e estimula a troca gratuita de livros em sua comunidade virtual, presente em mais de 130 países, com cerca de 820 mil membros e 6 milhões de livros cadastrados. No Brasil, há cerca de seis mil usuários.

SERVIÇO

Ação de BookCrossing
Quando: de 12 a 22/08 na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (Plano Nacional do Livro e Leitura – PNLL – avenida 1 com a rua O) e 14/08, das 8h às 14h, nas estações Vila Madalena, Clínicas, Consolação, Trianon-Masp, Brigadeiro, Alto do Ipiranga, Ana Rosa, Paraíso, Sé, Barra Funda e Tietê do Metrô de São Paulo.

21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Parque de Exposições Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1209 – Santana – São Paulo
www.bienaldolivrosp.com.br