SBPSP oferece atendimento psicanalítico gratuito a migrantes e refugiados no Brasil

Clínica Transcultural 0 a 5 tem o propósito de construir laços entre o universo de pertencimento e enraizamento das famílias e o das sociedades que as acolhem

São Paulo, maio de 2022 – As marcas deixadas pelas guerras, ditaduras, instabilidades econômicas e situações de migração forçada estão presentes em muitas famílias que aqui vivem. E se esses traumas não são adequadamente elaborados podem frear as transformações necessárias a uma mudança de vida e, ainda, ser transmitidos às futuras gerações.

Segundo dados do Conare (Comitê Nacional para os Refugiados), em 2021, 3.093 refugiados chegaram ao Brasil. Atualmente, o país tem refugiados de 77 nacionalidades, com a Venezuela em primeiro lugar (90,82%), a Síria em segundo (3,91%) e a República Democrática do Congo na terceira posição (1,22%).

São Paulo está entre os estados que mais recebem cidadãos nessas condições em razão do seu forte potencial de trabalho. Alinhada a essa realidade, a Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP), por meio de sua Clínica Transcultural 0 a 5, promovida pelo Centro de Atendimento Psicanalítico – CAP, está oferecendo atendimento gratuito a famílias de migrantes e refugiados nas quais um dos filhos tenha até 5 anos.

A Clínica recebe casais mistos com problemáticas de mestiçagem cultural, famílias que adotaram uma criança de diferentes etnias, menores que aqui chegam sozinhos, refugiados com traumas profundos e mães e pais migrantes com dificuldades para construir vínculo parental no exílio.

O projeto, na capital paulista, que vem atendendo famílias vindas da Síria, Venezuela, Bolívia, Congo e Sudão, desde 2016, oferece um modelo de intervenção psicanalítica, que leva em conta a dimensão clínica, antropológica, linguística, e procura dar sentido às interações entre o nível coletivo, intersubjetivo e intrapsíquico.

O atendimento é constituído por vários terapeutas que recebem o paciente e sua família – visto que a família carrega uma parte do sentido do sofrimento do paciente, independentemente de sua idade –, os profissionais que fizeram o encaminhamento – e que também fazem parte da história da família no país – e um tradutor ou intérprete cultural para garantir que o paciente possa utilizar sua língua materna para se comunicar. Além disso, o projeto oferece auxílio para transporte quando necessário.

“A Clínica Transcultural nasceu para lidar com as dificuldades cotidianas e complexas vividas pelas e com as famílias migrantes, para acolher essas crianças e seus pais, no contexto de uma rede que permita criar laços entre o universo de pertencimento da família migrante e o da sociedade que a acolhe, e busca elaborar situações emocionais traumáticas para melhor inserção na nova cultura”, explica a psicanalista da SBPSP Maria Cecília Pereira da Silva, coordenadora da Clínica.

Os interessados no serviço, que terá o atendimento presencial retomado após as novas diretrizes sobre a pandemia de Covid-19, devem se inscrever pelo whatsapp (11) 97349-2495, pelo telefone (11) 3661-9822 ramal 1, de 2ª a 6ª das 9h às 16h, ou pelo e-mail:  sara@sbpsp.org.br. Em razão da guerra em curso entre Rússia e Ucrânia, os ucranianos que chegaram no Paraná podem receber o acolhimento de forma online.

Mais informações: www.sbpsp.org.br/cursos-e-eventos/eventos/clinica-transcultural-0-a-5-172/

Sobre a SBPSP
A SBPSP – Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo é uma instituição reconhecida pela IPA – International Psychoanalytical Association e tem o propósito de promover o desenvolvimento da Psicanálise, manter seu vigor e formar futuros psicanalistas, propiciando um ambiente fértil e vivo de aprendizado e de interlocução entre seus membros e com outros campos do conhecimento e da cultura. 

Conta com 506 membros efetivos e associados e 362 membros filiados vinculados ao Instituto de Psicanálise, braço encarregado da formação de novos psicanalistas. Seus membros têm participação ativa no cenário nacional e internacional da Psicanálise e na vida associativa, por meio da FEBRAPSI – Federação Brasileira de Psicanálise, FEPAL – Federação Psicanalítica da América Latina e da IPA – International Psychoanalytical Association, entidade à qual é filiada desde 1951. www.sbpsp.org.br

Assessoria de Imprensa

HCB Comunicação
Helena Castello Branco
helena@hcbcomunicacao.com.br
+55 (11) 9 9872.3676

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: