Você já ouviu falar da Teoria Integral, a “Teoria de Tudo”?

Por Gabi Picciotto

É cada vez mais comum vermos pessoas em busca de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Praticamente todos nós queremos fazer alguma mudança em nossas vidas, seja mudar de carreira, melhorar nossos relacionamentos, perder algum medo, evoluir espiritualmente, mudar hábitos alimentares e daí em diante.

“O ser humano é por natureza um ser inquieto e a busca por mudanças constantes faz parte de nosso dia a dia”

Porém, fazer uma mudança não é algo fácil e muitas vezes nos sentimos perdidos em como começar. Em paralelo, com o advento da globalização, os mais diversos tipos de informação e conhecimento podem ser acessíveis por nós independente do local em que vivemos. Ou seja, neste exato momento, a soma total do conhecimento humano está disponível para nós — incluindo a sabedoria e a reflexão das antigas tradições aos mais modernos avanços científicos.

Já imaginou como seria se você fosse capaz de pegar o que há de melhor para o seu desenvolvimento mental, espiritual, físico e emocional dentro de todo esse conhecimento já produzido? Se tivesse acesso a um mapa abrangente, composto de diversos elementos oriundos das mais diferentes fontes de conhecimento, e pudesse utilizá-lo para seu autoconhecimento e desenvolvimento?

É exatamente isto que a Teorial Integral, criada pelo pensador Ken Wilber, busca fazer. Recorrendo à ciência, à religião, à psicologia, ao desenvolvimento humano, à filosofia e a dezenas de outros campos, esta abordagem é um modelo revolucionário para a compreensão de nós mesmos e do mundo em que vivemos. Ken Wilber, após anos de estudo sobre o ser humano e recorrendo a renomes como Buda, Einstein, Freud, Jung, Goleman, Piaget, Aurobindo, Kegan e muitos outros, criou uma “Teoria Integral de Tudo”. Trata-se de uma metateoria composta de diversas teorias, um mapa formado a partir de outros mapas, que nos ajuda a ter uma nova compreensão do ser humano e da realidade que o circunda.

Este mapa é composto de cinco elementos simples e profundos, capazes de nos ajudar de forma holística e sustentável em nosso desenvolvimento pessoal. São eles: os quadrantes, as linhas, os níveis, os estados e os tipos. Estes elementos não são apenas conceitos teóricos, mas aspectos de nossa própria experiência, atributos de nossa consciência que co-ocorrem em todo e qualquer momento.

Abaixo faço uma breve descrição de cada um deles:

1) Quadrantes
São as quatro dimensões da realidade, as quatro perspectivas nas quais tudo na vida acontece. Elas são formadas por duas distinções fundamentais: interior/exterior e individual/coletivo.
2) Linhas
São as famosas inteligências múltiplas, as áreas específicas em que o crescimento e o desenvolvimento podem ocorrer. Por exemplo, temos a inteligência interpessoal (que diz respeito a nossa capacidade de nos relacionar), a inteligência emocional (que fala da forma com que lidamos com nossas emoções), a inteligência cognitiva (que diz respeito à nossa capacidade de ver em diferentes perspectivas), a inteligência espiritual, a inteligência moral e assim por diante. Ken Wilber identificou 24 linhas diferentes!

3 ) Níveis
São os diversos níveis através dos quais nossa consciência evolui ao longo da vida. Segundo a Teoria do Espiral da Consciência, nós todos nascemos num primeiro nível que é bem preso ao nosso “Eu Egóico” e vamos evoluindo ao longo da vida no caminho de uma abertura em relação ao “Todo Não Dual”. Em outras palavras, é como se começássemos muito focados em nós mesmos e na nossa subsistência (como um bebê que vive em prol de satisfazer as suas necessidades) e, ao longo da vida, fôssemos nos abrindo para os outros e para o mundo — até um nível de total iluminação e conexão com o universo.

4) Estados
São as formas temporárias, mutáveis e às vezes intensificadas de consciência. Alguns exemplos são vigília, sonho, sono profundo, estados meditativos ou experiências de pico.

5) Tipos
São nossas diferenças horizontais, aquelas que mesmo sendo completamente distintas, não dizem respeito a questões superiores ou inferiores entre si (as famosas tipologias de personalidade, gêneros..). No coaching Integral, por exemplo, usamos muito o Eneagrama e a tipologia de Gêneros.

Mas, afinal, por que poderia ser interessante para você saber mais sobre a abordagem integral e cada um de seus elementos?

Primeiramente, porque independentemente de qual seja sua área de atuação profissional, o mapa integral vai sempre lhe fazer ter certeza que você estará olhando a realidade em todos os seus aspectos, de forma bem completa. Por mais difícil que seja o seu desafio, se você tiver um mapa como esse, menores serão suas chances de se perder.

O grande mapa é utilizado por diversos líderes, artistas, governantes e pensadores, como Al Gore, Tony Robbins, Bill Clinton. A trilogia Matrix foi inspirada por ele. Essa metateoria tem as melhores ferramentas, modernas e antigas, orientais e ocidentais, para que sigamos na direção correta a caminho de um coração mais compassivo, uma mente mais brilhante, relações mais saudáveis e uma sociedade mais justa.

“Ao utilizar este mapa para ler a si mesmo, você ampliará seu autoconhecimento e consciência, além de ter todas as ferramentas necessárias para seguir continuamente com seu próprio desenvolvimento”

A partir desse mapa, ou desses “óculos de percepção da vida”, entendemos o porquê das diferenças culturais, das dificuldades e facilidades inatas que temos, e conseguimos dar o devido valor para a evolução de todas as nossas partes, individuais e coletivas. Afinal, quando entendemos nossas limitações e sabemos quais são os próximos degraus do desenvolvimento, tudo fica mais fácil.

A Teoria Integral é aquela ajuda tão esperada, é como termos alguém confiável apontando a direção correta, mas a graça aqui é que não é mais uma receita pronta, é o dotar a pessoa de ferramentas para que ela crie as próprias receitas. Se você quiser saber mais sobre a Abordagem Integral e cada um dos cinco elementos, deixamos um convite para que se inscreva no Mini Curso Gratuito Integral Way. Estamos oferecendo algumas vídeo aulas gratuitas sobre a abordagem integral e suas lentes.

Gabi Picciotto é Master Coach Integral e fundadora do The Sun Jar. Especialista em Ciências Políticas, atua como escritora, coach integral, palestrante e consultora em desenvolvimento organizacional. Junto com a sócia Mari Mel Ostermann, que é naturóloga integral, criou o Curso Online Integral Way. Uma versão gratuita com quatro aulas será enviada por email para os interessados este mês. A versão completa do curso dura três meses.
-Fonte: Projeto Draft

Anúncios

‘Travessia’ facilita a transição para um trabalho com significado

Programa prioriza o empreendedorismo e a relação harmônica entre vida e trabalho

O programa Travessia, desenvolvido pela coach e facilitadora Lella Sá, busca pessoas bem sucedidas, porém insatisfeitas e infelizes com o trabalho e a vida que estão levando. Idealizado em 11 encontros, que acontecem de 8 de Março a 10 de Maio, o projeto ajuda pessoas a fazerem uma transição saindo da zona de conforto para empreender, desenvolver autonomia e fazer o que realmente amam.

A ideia é que as pessoas passem pelos 11 passos do programa e percebam o que está atrapalhando suas carreiras e de que forma podem realizar mudanças que alinhem seu estilo de vida aos seus valores, garantindo que tenham um trabalho com significado, mais autonomia e liberdade para viver.

O programa ensina que hoje o mais importante é ter paixão pelo que se faz, controle do próprio tempo e, principalmente, uma relação harmônica entre a vida pessoal e o trabalho. Ao final, os participantes ganham mais confiança para tomar controle da sua vida e mudar a direção, melhor entendimento de si mesmo – interesses, paixões, talentos e bloqueios, ferramentas para navegar na direção que deseja, e clareza do seu valor e do seu posicionamento.


Acredito que o trabalho é uma das maiores formas de entregar valor para o mundo e amo contribuir com pessoas que estão em busca desse trabalho com mais significado, que desejam criar um estilo de vida alinhado com seus valores pessoais”, comenta Lella. “Uso ferramentas que ajudam no desenvolvimento humano, como programação neurolinguística, metodologia biográfica e pensamento sistêmico para levantar perguntas e ajudá-las a chegar às suas próprias respostas”, explica.

A metodologia usada no Travessia, chamada de Bússola Interna, foi criada por Lella Sá com base na antroposofia e nas economias criativa e colaborativa. Envolve a descoberta da direção da vida pelo desenvolvimento da autonomia com autoria e passa por três etapas de investigação: Atribuição de Significado, Ampliação de Horizontes e Criação do Plano de Transição.

Sobre Lella Sá

Coach e facilitadora de grupos. Formada em coach pelo ICI – Integrated Coaching Institute e em Líderes Facilitadores da ADIGO. Participou da AIESEC e faz parte da Thousand Network, rede global de jovens que atuam na transformação de alto impacto para uma sociedade móvel. Facilitadora do Estaleiro Liberdade, escola de empreendedorismo através do autoconhecimento. Formada em Comunicação e pós-graduada em Gestão de Projetos na ESPM.

Serviço

Travessia

Sessões Individuais
Datas: o cliente decide
Inscrições: R$4200 (parcelado)
Local: Online ou Presencial em São Paulo, na Vila Madalena.

Sessões Coletivas
Data: 8 de Março a 10 de Maio de 2016 em São Paulo
Inscrições:
Antecipadas (com desconto) até 19 de Fevereiro de 2016: 3 x R$363 ou R$998 à vista
Regulares: 3 x R$418 ou R$1250 à vista
Encontro Individual adicional: R$250,00
Local: Presencial em São Paulo na Vila Madalena.

Vagas limitadas
Inscrições pelo site: www.travessia.life

www.lellasa.com