Yoga Menopausa

Especialista vem ao Brasil ministrar Iyengar Yoga para gestantes

Uma das mais respeitadas instrutoras de Iyengar Yoga para gestantes da Europa, a alemã Rita Keller vem a São Paulo em maio para ministrar os workshops Gravidez e pós-parto e Introdução aos princípios da Yogaterapia de pelve. Autora de Iyengar Yoga for motherhood: Safe practice for expectant & new mothers (Sterling Publishing, 2010), Rita apresentará na teoria e prática os principais fundamentos da Yoga para mulheres, tanto para as que estão no processo de engravidar como para os períodos gestacionais mais avançados. Também abordará a preparação para o parto e pós-parto, e os possíveis e especiais problemas decorrentes desses períodos.

Instrutora em cursos de formação e extensão pela Alemanha e em outros países, Rita foi uma das poucas profissionais convidadas a participar em 1996 do famoso Women’s Intensive, presidido por BKS Iyengar, fundador da modalidade que leva seu nome, junto com sua filha Geeta Iyengar. “Este seminário me abriu os nossos olhos e me fez entender como as mulheres devem praticar. Durante três semanas, nos ensinaram os princípios das práticas para cada fase feminina, da puberdade à pós-menopausa. Depois, Geeta me convidou para escrever com ela diversos livros sobre mulheres. Já que as grávidas ocupam um importante espaço no meu coração, sugeri um livro sobre esse tema. Junto com minha filha Kerstin Khattab, médica e instrutora de Iyengar Yoga, lançamos em 2010 Iyengar Yoga for Motherhood, com 450 páginas, considerado a ‘enciclopédia’ sobre gravidez e pós-parto”, comenta Rita.

Praticante desde 1974, Rita Keller tem quatro filhos e durante suas gestações pode comprovar o significado e a importância da Yoga na gravidez. “A mãe deve saber e entender o que é ser autossuficiente. Deve, sob o meu ponto de vista, aprender a fortalecer seu corpo e seus nervos para se tornar emocionalmente forte e madura”, explica a profissional.

Quem traz a especialista para o Brasil é Analu Matsubara, coordenadora e fundadora do Studio Iyengar Yoga São Paulo, onde as aulas serão realizadas. “No exercício da Yoga, as posturas são modificadas para atender ao período em que a mulher se encontra, e estimulam para que as mudanças no corpo feminino aconteçam de maneira suave e equilibrada. Cada movimento prepara o corpo e alivia as dores da gestação. Além disso, são trabalhados exercícios respiratórios que geram conforto e tranquilidade. As aulas são desenhadas para que a gestante entre em profundo contato consigo e com seu bebê”, relata Analu.

Os workshops com Rita Keller em São Paulo serão ministrados em inglês e contarão com uma equipe brasileira de apoio coordenada por Analu para orientar os alunos na execução das práticas. São direcionados a praticantes iniciantes e avançados, a professores de Yoga, profissionais da área de saúde, mulheres e gestantes em especial.

 

Workshop ‘Gravidez e pós parto e ‘Introdução aos princípios da Yogaterapia de pelve

Com Rita Keller

Local: Studio Iyengar Yoga São Paulo
Endereço: Rua Cel. Oscar Porto 836 – Paraíso, São Paulo, SP

Datas e valores:

Gravidez e pós parto – de 01 a 03 de maio
R$600,00 à vista ou R$680,00 em até 4 vezes

Introdução aos princípios da Yogaterapia de pelve – de 04 a 05 de maio
R$400,00 à vista ou R$460,00 em até 4 vezes

Horários: das 8h30 às 12h e das 14h às 17h30
Participação nos dois módulos: R$930,00 à vista ou R$1.050,00 em até 4 vezes
* condições especiais para instrutores

Mais informações e inscrições: www.iyengaryogasaopaulo.com.br

Assessoria de Imprensa

Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura

Anúncios

Curso de interpretação ensina a estar pronto para câmera

A NO1 Filmes realiza a partir de 17 de março o curso Interpretação para câmera – A criação da personagem. Ministrado pela atriz e roteirista Barbara Riethe e pelo fotógrafo Pedro Formigoni, o programa é voltado para atores, bailarinos e performers que desejam exercitar técnicas para criar personagens e estar organicamente preparados para a gravação de comerciais, filmes ou novelas.

Com duração de seis meses e preço acessível, o curso traz palestras com atores, diretores e produtores convidados, como ‘A arte de não atuar’ (Cynthia Falabella), ‘Do texto à cena’ (Lipe Lima), ‘A direção no cinema’ (Ana Chonps) e ‘Marketing pessoal’ (Pedro Bosnich). O conteúdo também abrange treinamento corporal (práticas de composição e resposta cinestésica, memória emotiva e memória muscular); criação da personagem e estudo de cenas; imersão teórico-prática; noções de roteiro, direção de arte, fotografia e produção; gravação de cenas individuais e coletivas, e inserção no mercado profissional. O trabalho de voz será realizado com o ator e dramaturgo Mateus Monteiro.

“Esse é um dos únicos cursos voltados para o aperfeiçoamento do ator em si, já que a maioria é focada em posicionamento, luz, angulação e apenas diz que o aluno precisa estar pronto, orgânico e natural diante das câmeras, mas não aponta como chegar nesse estado. Exercitamos a prontidão que um set de filmagem exige e damos as diretrizes de como criar a personagem por meio de análise de cena, criação de corpo e da voz, e como acessar emoções com mais facilidade”, explica Barbara Riethe, diretora da NO1 Filmes e pesquisadora do tema na Universidade de São Paulo.
O curso acontece na unidade da Av. Paulista da NO1 Filmes e oferece desconto de 10% para inscrições até 05 de março. Mais informações: (11) 98249-4987 e barbara@no1filmes.com.br.

 

Sobre Barbara Riethe
Diretora geral da NO1 Filmes. Atriz, coaching de atores, escritora, roteirista e intérprete. Ministra oficinas teatrais e de dança. Atriz do N8 Coletivo Teatral, com o qual dirigiu e atuou na peça “Noites Brancas”. Bacharel em Artes Cênicas pela CAC-ECA-USP. Membro da Academia de Letras, Ciências e Artes de Londrina.

 

Sobre Pedro Formigoni
Diretor de fotografia e editor da NO1 Filmes. Ministra cursos de edição de vídeo e direção de fotografia. Fotógrafo oficial da empresa californiana Study Vacation com formação em cinema pela Universidade de São Paulo. Formado pela Cal State University of Fullerton, onde fez cursos de direção e roteiros para cinema.

 

Curso de Interpretação para câmera
Início: 17 de março

Duração: 6 meses (terças e quintas das 19h às 22h)
Carga horária: 150 horas
Local: NO1 Filmes
Endereço: Av. Paulista, 2644 – 12º and. – Consolação, São Paulo/SP

Investimento: R$350,00 mensais
10% de desconto para matrículas até 5 de março
Informações e inscrições: barbara@no1filmes.com.br e (11) 98249.4987
Vagas limitadas

www.no1filmes.com

Facebook: no1filmes

Assessoria de Imprensa

Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura

Giostri Editora reúne seis peças de Betty Milan em volume único

Betty Milan Teatro Dramático Capa_Teatro Lírico_betty milan

Betty Milan – Teatro Lírico e Teatro Dramático, lançamento da Giostri Editora, reúne as seis peças da autora paulista, incluindo a inédita Dora não pode morrer. Sua dramaturgia deslanchou em 1994 com Paixão , escrita para a atriz Nathalia Timberg e encenada em vários estados do Brasil afim de celebrar o amor :  « Se digo que te amo, é para que me digas o mesmo, para saber se entre nós há reciprocidade, se é tua a minha fissura. Sendo, eu me torno indispensável e posso momentaneamente esquecer de mim ».

A esta peça, seguiram-se dois outros textos também de caráter lírico: Paixão de Lia (1994) e O amante brasileiro (2003), a pedido de atores do Teatro Oficina. Paixão de Lia foi lido por Giulia Gam e José Celso Martinez Corrêa no Teatro da Folha. O amante brasileiro foi montado no Teatro Oficina com Ricardo Bittencourt e Luciana Domschke. Saudado pela crítica, recebeu de Zé Celso o texto “Amar é uma performance”, em que ele enfatiza a analogia estabelecida na peça entre a arte de amar e a de atuar.

Depois dos textos líricos, a autora escreveu para o teatro três peças dramáticas. Brasileira de Paris (2005) é uma sátira da libertinagem e do machismo. Tanto recusa a ideologia do libertino, que é contrária ao amor, quanto a ideologia machista, que desautoriza o desejo feminino. Teve leitura dramática no Teatro Oficina. Trata-se de uma exaltação das artes cênicas: « No teatro, a nacionalidade não importa, a liberdade reina e eu estarei longe deste teatro de loucos que é a vida. Todos se contradizem e ninguém se entende. Cada um falando uma língua diferente, verdadeira torre de Babel. O que eu quero é me entregar ao drama de uma peça de verdade e não mais ao drama da vida. E, no palco, eu nunca serei tomada por louca pelo fato de ser livre. Serei livre, simplesmente ».

Adeus Doutor (2008) diz respeito a uma ocidental descendente de orientais que, por não se identificar com as ancestrais, não pode ser mãe. A heroína supera a impossibilidade graças a uma análise, que revela as razões inconscientes do seu drama. Esta peça foi traduzida para o francês e selecionada para leitura dramática no Théâtre du Rond-Point de Paris. Seguiu-se a esta leitura a do texto em português em São Paulo, no SESC Santana, com Bete Coelho no papel da heroína e Zé Celso no do analista. Na mesma trilha de Adeus Doutor, Betty Milan escreveu Dora não pode morrer, sobre o câncer e a loucura. A peça revela a importância da história subjetiva do doente para a cura e estreia no Teatro do Itaú Cultural em agosto de 2015.

Segundo o crítico Luiz Fernando Ramos, a autora mobiliza drama e poesia para encenar sua própria voz “que se diz clara e precisa, variante, mas sempre mediada pela escuta da Psicanálise e intensificada por um olhar apaixonado. O amor, a liberdade e outros temas e tratos humanos são expostos de uma perspectiva singular”.

A obra está inserida no catálogo de dramaturgos nacionais da Giostri Editora, a única no país a investir em publicação, divulgação e distribuição deste segmento em larga escala. A Giostri tem em seu catálogo mais de 150 dramaturgos, a maioria reconhecidos nacional e internacionalmente, e mantém 13 pontos de venda em teatros do Rio de Janeiro, São Paulo e interior do Estado de São Paulo. Fundada em 2005, conta com mais de 700 publicações em seu catálogo total, em diversos gêneros.

Sobre Betty Milan

Betty Milan é paulista. Autora de romances, ensaios, crônicas e peças de teatro. Suas obras também foram publicadas na França, Argentina e China. Colaborou nos principais jornais brasileiros e foi colunista da Folha de S. Paulo e da Veja. Trabalhou para o Parlamento Internacional dos Escritores, sediado em Estrasburgo, na França. Em março de 1998, foi convidada de honra do Salão do Livro de Paris e em 2015 novamente. Antes de se tornar escritora, formou-se em medicina pela Universidade de São Paulo e especializou-se em psicanálise na França com Jacques Lacan.
www.bettymilan.com.br

Betty Milan – Teatro Lírico e Teatro Dramático
Giostri Editora, 2015
Formato: 16cm X 23cm
208 páginas
ISBN 978-85-8108-651-4
Preço: R$ 42,00
www.giostrieditora.com.br

Assessoria de Imprensa
Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura
11 3803.9473 / 11 998.723.676
helena@bookcrossing.com.br