Vittadely chega a empórios e casas de artigos naturais

VottadApós um período inicial de operação exclusiva por e-commerce, a Vittadely amplia sua atuação no mercado colocando seus produtos à venda em empórios e casas de artigos naturais. A marca já pode ser encontrada em mais de 20 endereços no Brasil, como Casa Santa Luzia, Super Natural, Mercadinho Natural, Mercado Apanã e Mundo Verde (São Paulo), Biossana (Curitiba), Casa do Nutriente e Natureba (Porto Alegre), Além do Grão (Caruaru, CE), Good Food Natural (Rio de Janeiro), Via Natural (Florianópolis) e Quintal Orgânico (Vitória). A previsão é dobrar o número de revendas no próximo trimestre, orientada pela demanda e indicação de consumidores.

“Mantivemos durante esse período de operação exclusiva com a loja virtual a estratégia de ouvir nossos consumidores, em questões que envolvem desde a formulação dos ingredientes até as embalagens, o que nos motivou a empreender em lançamentos para o segundo semestre de 2014 e em ajustes significativos nos produtos, tornando-os ainda mais saudáveis, sem aromas e corantes artificiais, e com 60% menos sódio”, explica Georgette van Swaay, Consultora de Marketing da marca.

A Vittadely foi lançada em novembro de 2013, com o intuito de suprir uma lacuna no mercado por produtos premium com soja, necessariamente saborosos. Já são mais de 40 itens comercializados pela empresa, compondo a linha TrueSoy, como Flocos proteicos de soja (sabores Açaí, Banana, Chocolate, Coco, Amora, Limão e Goiaba; para ser adicionado a shakes, frutas, sobremesas), Proteína de soja em fatias, Proteína de soja em tiras, Chocolates com pedaços crocantes de soja, Chocolates com grãos crocantes de soja, Risotos com proteína vegetal (milanês, com funghi e com legumes), Granola proteica com soja crocante, Soja crocante – tipo amendoim japonês, Grãos proteicos de soja (sabores Bacon, Alho, Cebola & Salsa e Picanha, para temperar pratos).

A Vittadely também ampliou seu portfólio lançando produtos sem soja, como o Macrom, doce feito com coco, claras de ovos e açúcar demerara, e os Bombons Gourmet, com castanhas brasileiras e frutas secas (ameixa, damasco e tâmara) delicadamente envolvidas em doce de leite de soja acrescido de chocolate 70% com coberturas de chocolate branco, ao leite e 70%, fabricados com cacau de origem cultivado em fazendas brasileiras selecionadas para produção gourmet.

As vendas online continuam sendo realizadas pelo site www.vittadely.com.br.

Facebook: Vittadely Gostosa Saúde
Instagram: @vittadely

Assessoria de Imprensa
Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura

Anúncios

Seminário de Pesquisa da USP discute Projeto de Lei sobre Audiências Públicas na Prefeitura de São Paulo

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Direito Administrativo Democrático da Faculdade de Direito da USP – NEPAD/USP realiza no dia 28 de novembro o seu II Seminário de Pesquisa. O evento tem como propósito discutir o Projeto de Lei Municipal nº 433/2014, cuja redação contou com a participação do Núcleo, e vai contar com a presença do assessor jurídico e de políticas públicas Lucas Baruzzi e do vereador Andrea Matarazzo. Proposto pelo vereador, o Projeto de Lei tem o objetivo de regulamentar a realização de audiências públicas no âmbito do Poder Executivo do Município de São Paulo.

Na segunda parte do evento, coordenado pelo Prof. Dr. de Direito Administrativo da USP Justino de Oliveira, haverá uma mostra das pesquisas desenvolvidas pelos integrantes do Núcleo ao longo do ano de 2014, sob a temática “Administração pública democrática e governança: participação popular, consensualismo e instrumentos de solução de controvérsias”.

O evento é gratuito e aberto à comunidade, não sendo necessária inscrição prévia.

II Seminário de Pesquisa do NEPAD-USP
Data: 28 de novembro de 2014 (sexta-feira)
Horário: 9h
Local: Faculdade de Direito da USP (Auditório das Arcadas)
Largo São Francisco, 95 – Centro, São Paulo/SP
Mais informações: escritorio@justinodeoliveira.com.br

Centro de Estudos Universais oferece bolsas para Encontro de Músicas e Danças Étnicas

Magda Pucci

Magda Pucci

O Centro de Estudos Universais está oferecendo 10 bolsas integrais para o IX Encontro de Músicas e Danças do Mundo, que acontece de 23 de janeiro a 01 de fevereiro, no Espaço Cultural Tangará Mirim, em Imbassaí, na Bahia. As bolsas são destinadas a quem desenvolve trabalhos nas áreas de saúde, educação e cultura em comunidades de baixa renda e não tenha condições de pagar o curso, que custa de R$500,00 a R$1.350,00. Os interessados devem mandar carta de interesse e currículo para o e-mail dancandopelapaz@ceuaum.org.br.

“Acreditamos que é uma oportunidade de aprofundar e compartilhar conhecimentos e de se tornar um agente multiplicador em sua comunidade de origem”, explica Glaucia Rodrigues, diretora do evento.

Com o tema ‘A força de um novo tempo’, o encontro trará professores e artistas do Brasil, da Macedônia, Hungria e Irã para oficinas de músicas, dança e canto, e será realizado em dois módulos.

Dividido em ‘Danças e ritmos brasileiros’ e ‘Danças e músicas ciganas’, o Módulo I traz a participação da coreógrafa e instrutora Rosangela Silvestre, criadora da técnica silvestre, inspirada em simbologias e nas danças dos orixás; Maria Esperança Alves e Mestre Raimundo Borges, da Amazônia, para apresentar as danças, batuques e cantorias dessa região; Parafusos, grupo folclórico da cidade de Lagarto/SE, integrado por homens que se vestem com trajes femininos, lembrando uma sequência de anáguas brancas rendadas; Gabriel Levy e Magda Pucci, líder do grupo Mawaca, com as vivências em músicas brasileiras de matrizes indígenas, lusitanas e africanas; e aulas de danças, cantos e músicas ciganas com os artistas Snezana Balkanska, Adrijana Alacki e Goran Alacki (Macedônia), Elsa Balázs e Gusztáv Balázs (Hungria).

Intitulado Práticas ancestrais de cura pelo movimento, o Módulo II conta com a iraniana Rana Gorgani para ministrar aulas de Zaar (dança feminina de cura), giro sufi e ritmos persas, acompanhada pelo multi-instrumentista de música tradicional persa Abbas Jannessari, com a dançarina Paula Lena para dar aulas das danças femininas típicas do Marrocos Guedra e Shikhat; com a brasileira Maria Rosa Freitas ensinando técnicas do giro turco sufi mevlevi; e com o grupo Tenchi Tessen, sediado em Portugal, mostrando a ‘Arte gestual de harmonização do Céu e da Terra’.

O evento é realizado pelo Centro de Estudos Universais, associação sem fins lucrativos que em 1998 criou o projeto Dançando pela Paz, para promover a cultura da paz utilizando como instrumento danças e músicas étnicas. O Espaço Cultural Tangará Mirim está localizado dentro da mata, perto da praia e do Rio Imbassaí, para propiciar recolhimento e harmonia aos que querem entrar em contato com a natureza e consigo mesmo.

Informações
Centro de Estudos Universais
www.ceuaum.org.br
www.dancandopelapaz.com.br
dancandopelapaz@ceuaum.org.br
Tel.: (11) 3071-3842 | Cel.: (71) 8349-9678

Assessoria de Imprensa
Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura
victoria.helena@uol.com.br
Tel.: (11) 3803-9473
Cel.: (11) 9 9872-3676