O país da bola, de Betty Milan

Capa_O País da Bola_bxPrimeira mulher a escrever sobre futebol no Brasil, Betty Milan lança agora uma nova edição de O país da bola (Ed. Record), que também foi editado na França. A autora atravessa o país da bola, indicando o que fez do football o futebol e dos nossos jogadores figuras lendárias. Mostra que há uma relação entre a cultura popular brasileira – a cultura do brincar – e o jogo inventivo de que somos capazes. Para ela, nós, brasileiros, somos treinados para a improvisação desde a infância, e o brincar é o elemento-chave da nossa cultura.

De 1995 para cá, o futebol mudou muito. Como disse Michel Platini em entrevista de dezembro de 2013, as regras foram alteradas e o jogo se acelerou. “Ninguém mais perde tempo para buscar a bola quando ela sai do campo — há outras no entorno. Por outro lado, o goleiro não está mais autorizado a pegar com a mão a bola passada por um jogador do time dele; é obrigado a reenviá-la chutando. O estilo do futebol se globalizou. Depende menos do jogador do que do técnico e do time ao qual ele pertence.”

Betty Milan se pergunta se, nesse contexto, faz sentido ainda falar de um estilo brasileiro? As jogadas de Neymar e as pedaladas de Robinho permitem responder afirmativamente. Não brincam como Garrincha, mas, como este, se valem do jogo para se divertir. O brincar é uma característica nossa, que tende a se perpetuar, pois a nossa cultura não se realiza sem a brincadeira. Antes de pertencer a um time estrangeiro e ser formatado pelo técnico do mesmo, o jogador brasileiro se forma na cultura do brincar.
Pode ele até se esquecer das suas origens, mas estas não se esquecem dele e se manifestam explícita ou sorrateiramente, levando o público ao delírio da alegria. Por isso, evocando a tradição ocidental da trégua sagrada – que desde as Olimpíadas gregas proibe a guerra no período dos jogos –, Platini espera um campeonato pacífico. E concluiu sua entrevista dizendo que, “para os torcedores do mundo inteiro, assistir à Copa do Mundo no Brasil é tão importante quanto para os muçulmanos ir a Meca”.

Com este livro Betty Milan focaliza o jogo para nos dizer quem somos e como somos, mas ainda porque o espaço do futebol é democrático e, nele, a palavra lei faz sentido.

O país da bola
Autora: Betty Milan
Editora Record
R$ 25,00
Formato: 14cm x 21cm
ISBN: 9788501102461
Lançamento: Abril de 2014

Assessoria de Imprensa
Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura

Anúncios

CAM-CCBC realiza palestra sobre Arbitragem e Poder Público

downloadPara discutir as singularidades das arbitragens envolvendo o Poder Público no Brasil, a Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CAM-CCBC) realiza no dia 25 de março em sua sede, em São Paulo, a palestra “Arbitragem e Poder Público: especialidade do litígio administrativo e especificidades do processo arbitral”, com o Árbitro e Prof. Dr. de Direito Administrativo da USP Gustavo Justino de Oliveira.

O evento tem como público-alvo advogados e interessados no tema, e vai levantar questões importantes de aspecto prático quanto à nova postura do Poder Público vis-à-vis a Arbitragem, inserindo cláusulas arbitrais nos contratos de Parcerias Público-Privadas e nos contratos de obras nas instalações de arenas desportivas para a Copa do Mundo de 2014: Como se dará a execução dos laudos arbitrais, Como serão respeitados os princípios da publicidade e transparência, Quais as diferenças do procedimento arbitral que tenha como parte a Administração Pública?

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo e-mail escritorio@justinodeoliveira.com.br. Será emitido certificado de participação.

Sobre Justino de Oliveira 

Professor Doutor de Direito Administrativo da USP. Pós-Doutor em Arbitragem Internacional pelo Max-Planck-Institut (Hamburgo). Especialista em Arbitragem Internacional pela Queen Mary University of London. Educação Executiva em Negociação pela Harvard University. Presidente da Comissão da Administração Pública do CAM-CCBC. Árbitro na CAMARB, CAESP, CAM-FIEP e Câmara FGV-Rio. www.justinodeoliveira.com.br

Agenda
Palestra “Arbitragem e Poder Público: especialidade do litígio administrativo e especificidades do processo arbitral”
Data: 25 de março de 2014 (terça-feira)
Horário: das 20h às 21h. Welcome Coffee às 19h30.
Local: Auditório CAM-CCBC, Rua do Rocio, 220 – 3º andar – cj. 31, Vila Olímpia, São Paulo.
Inscrições pelo e-mail escritorio@justinodeoliveira.com.br
Evento gratuito. Será emitido certificado de participação.

Assessoria de Imprensa
Helena Castello Branco
Comunicação & Cultura