Dança de roda – um movimento que te leva!

Por Fabiola Cidral

O Caminhos Alternativos experimentou neste sábado a Dança de Roda com a professora Betty Gervitz. As mãos dadas na roda embaladas a um som que nos leva para tão longe nos faz ao mesmo tempo encontrar tanto com nós mesmos. Foi uma experiência deliciosa e que pretendo fazer outras vezes.

E para quem quiser mergulhar neste história da Dança de Roda (ou Dança Circular como alguns gostam de chamar) tem uma boa oportunidade. É VI Encontro de Danças e Músicas do Mundo – Dançando pela Paz, que ocorre de 27 a 31 de janeiro de 2011 na praia de Busca Vida, Norte da Bahia,  no Hotel Bahia Plaza Resort.

A programação inclui aulas com professores da Sérvia, Grécia, Itália e Brasil, sessões de relaxamento, paneuritmia, alongamento e massagem, e atividades típicas da Bahia como samba de roda, cantigas, danças dos Orixás.

Entre os professores internacionais estão Simona Jovic (danças ciganas do Rajastão, Ásia Central, Rússia, Romênia, Hungria e Turquia), Kyriakos Moisidis (danças do Norte da Grécia, Pontos/Turquia e Ásia Menor) e Alessandra Belloni (percussão, danças, cantos místicos e rituais do Sul da Itália). Os brasileiros Matheus Costa Pozatti e Wilson Leipnitz ministrarão a Oficina de Dança para Homens, que promove a harmonização do masculino e do feminino no homem.

À noite haverá shows de música dos Balcãs com a Balkan Drum Band.

As danças circulares são danças de roda tradicionais, recolhidas em diferentes épocas e regiões do mundo, e proporcionam comunhão, celebração e união. Apesar de relaxarem, exigem um considerável trabalho aeróbico, o que estimula endorfinas, aumenta a capacidade cardiorrespiratória e queima calorias, e ajudam no equilíbrio do praticante.

“Conhecer outros povos através da dança também é uma forma de respeitar e preservar as diversidades, nos colocando como cidadãos planetários que cultivam a alegria, harmonia e beleza como forma de resistência.”, explica a psicoterapeuta Glaucia Rodrigues, do Centro de Estudos Universais, entidade que realiza o evento, cuja renda será revertida para o Programa de Segurança Alimentar da Aldeia Tekoá Itanhaen (SC).

Serviço: VI Encontro de Danças e Músicas do Mundo – Dançando pela Paz. De 27 a 31 de janeiro de 2011 Hotel Bahia Plaza Resort – Estrada do Coco, Km 8 – Praia de Busca Vida, Camaçari/BA
Preços: R$ 700,00 ou 2x R$ 350,00 (até 20/12) ou R$ 800,00 (até 21/01)
Inscrições: 55 (11) 9912-1208 com Dora
*hospedagem não inclusa. O hotel oferece pacotes especiais aos participantes.

Mais informações

Anúncios

Centro de Estudos Universais realiza VI Encontro de Músicas e Danças do Mundo – Dançando pela Paz, na Bahia


Com a proposta de transmitir aos participantes o espírito comunitário que a prática das danças circulares oferece, além de proporcionar benefícios para a saúde, de 27 a 31 de janeiro de 2011 acontece na praia de Busca Vida, Norte da Bahia, o VI Encontro de Músicas e Danças do Mundo – Dançando pela Paz. O evento acontece no Hotel Bahia Plaza Resort, que preparou pacotes de hospedagem especiais para os participantes. A programação inclui aulas com professores da Sérvia, Grécia, Itália e Brasil, sessões de relaxamento, paneuritmia, alongamento e massagem, e atividades como samba de roda, cantigas, danças dos Orixás.

Entre os professores internacionais estão Simona Jovic (danças ciganas do Rajastão, Ásia Central, Rússia, Romênia, Hungria e Turquia), Kyriakos Moisidis (danças do Norte da Grécia, Pontos/Turquia e Ásia Menor) e Alessandra Belloni (percussão, danças, cantos místicos e rituais do Sul da Itália). Os brasileiros Matheus Costa Pozatti e Wilson Leipnitz ministrarão a Oficina de Dança para Homens, para promover a harmonização do masculino e do feminino no homem.

À noite haverá shows de música dos Balcãs com a Balkan Drum Band, para os participantes colocarem em prática as experiências adquiridas durante as aulas. Liderada pelo búlgaro Martin Lazarov (oboé), as apresentações contarão com a participação especial de Boiko Sabev (clarinete – Bulgária), Panagiotis Zikidis (acordeon, bouzouki e sopros – Grécia), Violeta Lazarova (canto – Bulgária), Gabriel Levy (acordeon – Brasil) e da professora de danças étnicas Betty Gervitz (Brasil).

As danças circulares são basicamente danças de roda tradicionais, recolhidas em diferentes épocas e regiões do mundo, e proporcionam comunhão, celebração e união entre as pessoas. “Conhecer outros povos através da dança também é uma forma de respeitar e preservar as diversidades, nos colocando como cidadãos planetários que cultivam a alegria, harmonia e beleza como forma de resistência.”, explica a psicoterapeuta Glaucia Rodrigues, do Centro de Estudos Universais, entidade que realiza o evento, cuja renda será revertida para o Programa de Segurança Alimentar da Aldeia Tekoá Itanhaen (SC).

Serviço:

VI Encontro de Músicas e Danças do Mundo – Dançando pela Paz

De 27 a 31 de janeiro de 2011

Hotel Bahia Plaza Resort – Estrada do Coco, Km 8 – Praia de Busca Vida, Camaçari/BA

Preço: R$ 800,00*

Número de vagas: 100

Público Alvo: Homens e mulheres de todas as faixas etárias

Inscrições: 55 (11) 9912-1208 com Dora
*hospedagem não inclusa. O hotel oferece pacotes especiais aos participantes.

Mais informações
Centro de Estudos Universais
www.ceuaum.org.br
www.dancandopelapaz.com.br
dancandopelapaz@ceuaum.org.br
Tels.:  11 3847-3584 e 3847-3555

“Noite dos Balcãs” traz a música búlgara e do Leste Europeu a São Paulo

No dia 5 de dezembro, domingo, toda a diversidade sonora da Bulgária, Albânia, Romênia, Turquia e Grécia, entre outras regiões do Leste Europeu, e também da música cigana, estará presente na Noite dos Balcãs, realizada pelo Centro de Estudos Universais, no Teatro Anhembi Morumbi. O espetáculo reúne apresentações Cravo & Cardamomo, com a professora de danças étnicas Betty Gervitz, e da Balkan Drum Band, liderada pelo búlgaro Martin Lazarov.

Durante o show da Balkan Drum Band serão executados ritmos tradicionais das danças búlgaras como ratchenitza e kopanitza, canções como Devoiko Mari Hubava, da região de Rodopi, e Neda Voda Nalivala, da Pirinska Macedônia, e músicas para dançar. O grupo, inicialmente formado para pesquisa e estudo da música dos Balcãs, é composto por Martin Lazarov (oboé e piano), Jean Pierre Ryckebusch (trompete), Claudio Oliveira (bateria e percussão) e Ricardo Zohyo (baixo e bandolin), e contará com a participação especial de Sintia Piccin (sopros e voz) e Richard Fermino (sopros).

Mestre em performance pela Academia de Música de Sófia (Bulgária), Lazarov explica as peculiaridades dos sons de seu país. “As danças folclóricas da Bulgária caracterizam-se por sua diversidade rítmica assimétrica, compassos compostos que agregam a música e a dança em uma integração das artes, que tornam nosso som inconfundível.”.

Já a apresentação Cravo & Cardamomo, realizada por Betty Gervitz e suas alunas, é o resultado da pesquisa em danças étnicas de vários países. “A tônica do trabalho é a disciplina, porém com alegria e prazer. Os alunos se apaixonam pelas danças e alcançam resultados primorosos”, diz Gervitz. Do simbolismo da água, em movimentos que lembram o mar, à energia do fogo, a apresentação demonstra os ciclos da vida e a importância de comemorar as coisas boas da vida.

No final de janeiro, Betty Gervitz e a Balkan Drum Band participam do VI Encontro de Danças e Músicas do Mundo – Dançando pela Paz, que acontece na praia de Busca Vida, Bahia. A programação do evento, organizado pelo Centro de Estudos Universais – AUM, inclui aulas de danças circulares com professores da Sérvia, Grécia, Itália e Brasil. Outras informações disponíveis no site http://www.dancandopelapaz.com.br.

Serviço:

Noite dos Balcãs

Data: 5 de dezembro de 2010
Horários: – 18h Cravo & Cardamomo – 20h Balkan Drum Band
Local: Teatro Anhembi Morumbi
Endereço: Rua Dr. Almeida Lima 1.134 – Brás – São Paulo – SP
Telefones: 11 2872-1457  /  2872-1458
Ingresso: R$ 20,00 (só é aceito pagamento em dinheiro)
Classificação: Livre
Bilheteria: de terça a domingo das 14 às 19h (em dias de espetáculo funciona até o início do mesmo)
Capacidade: 750 lugares
Acentos especiais para obesos
Acessibilidade para cadeirantes
Área para fumantes
Estacionamento em frente (não conveniado)
Cafeteria